Advertisements

Processo do caso “Madonna” terá audiência no próximo dia 15

Em 2008, num delírio até hoje mal explicado, o presidente da Federação Paulista de Futebol, Marco Polo Del Nero, acusou que o então árbitro Wagner Tardelli iria beneficar o São Paulo em troca de ingressos para o show da famosa cantora Madonna, que seria realizado no estádio do Morumbi.

O tempo passou, Del Nero, por não provar o que disse, foi afastado da Federação, voltou, e Tardelli, o grande prejudicado da história, decidiu processá-lo.

Após algumas “fugas” de audiência, enfim, Del Nero será ouvido, no próximo dia 15.

E, se não tiver um argumento ou prova muito forte a apresentar ao judiciário – tudo indica não ter – seu bolso, já que a honra não anda lá essas coisas, pode sofrer abalos consideráveis.

Advertisements

Facebook Comments

12 Responses to “Processo do caso “Madonna” terá audiência no próximo dia 15”

  1. Marcelo SPFC Says:

    Lembro que se cogitava nesta época mudar a fórmula de disputa do campeonato brasileiro, pois “não havia mais emoção, já que o SPFC não dava chances aos adversários”.
    Abaixo, os desdentados e os rebaixados, com seus comentários desprovidos de inteligência, tentarão manchar a maior conquista nacional já vista. Quando será que veremos um outro tricampeonato de algum clube?

  2. Lampião - Odaliscas da Fiel, a torcida curicana! Says:

    Claro….

    Um arbitro venderia um campeonato somente por um ingresso para Show…….

    Roubo mesmo foi 2005, e com vídeo para comprovar ;

  3. anti corruPTos Says:

    tinha que ser bi-rebixado esse del nero

  4. Alex Franco Says:

    Nunca um campeonato Brasileiro valeu tão pouco…..um misero ingresso pro show da diva dos São Paulinos…

  5. ailton Says:

    2005/98/99 copa do Brasil de 2002..
    entre outros! Esses sim, títulos roubados.

  6. Fielzão 2013 Says:

    Pior é que o árbitro foi corretamente afastado, mas não adiantou: o SPFW ganhou o campeonato com um gol impedido contra o Goiás. Esqueceram de afastar os bandeirinhas.

  7. Marcelo SPFC Says:

    Julia, o empate dava o título ao São Paulo. Tenha ao menos alguma base para o choro.

  8. Fábio Says:

    Fielzão imbecil, o empate era NOSSO!!!! E só lembrando, fomos roubados pelo Grêmio (que foi vice-campeão) nesse mesmo campeonato, com um gol impedido e um pênalti escandaloso não marcado!!!

    E, pela 1º vez no Brasil, um dirigente foi AFASTADO DE SUAS ATRIBUIÇÕES POR SUSPEITA DE CORRUPÇÃO, o tal Del Nero. Lembram-se???

    Voltou, mas aqui é Brasil!!!

    Então, CHUPA!!! Agora, o 100 do Dualib, NADA OCORREU!!!! 2005, foi o ano, né? Nem lembro quem foi campeão brasileiro daquele ano!!!

  9. Fred - Corinthians Beija-Flor Girls Says:

    O spfc comprou um campeonato inteiro com ingressos da madonna

    ;kkkkkkkkkkkk

    Soh rindo mesmi das nossas co-irmas

  10. Alviverde/SP Says:

    Não são só os rivais locais que tem RUSGAS com o SPFC…

    Extraído do portal IG:

    http://esporte.ig.com.br/futebol/2013-10-09/petragila-provoca-sao-paulo-por-libertadores-de-2005-bambinhos.html

    Petraglia provoca São Paulo por Libertadores de 2005: “BAMBINHOS”
    Presidente do Atlético-PR disse que time paulista usou de “FORÇAS OCULTAS” para não jogar em Curitiba o jogo de ida da final continental

    iG São Paulo | 09/10/2013 12:43:33

    Arquivo iG
    Mario Celso Petraglia reviveu polêmica da final da Libertadores de 2005 vencida pelo São Paulo

    Oito anos se passaram desde a última conquista do São Paulo na Libertadores. E nesta semana a polêmica sobre o mando de campo no jogo das finais do torneio de 2005, mandada pelo Atlético Paranaense em Porto Alegre, não foi esquecida pelo time de Curitiba. Na terça o presidente atleticano, Mário Celso Petraglia, elevou o tom para reclamar da Conmebol, da CBF e do próprio São Paulo, ao qual chamou por “BAMBINHOS”.
    Em 2005 a Arena da Baixada foi impossibilitada de sediar a primeira partida da grande decisão. A Conmebol barrou o estádio por considerar que ele não tinha a capacidade mínima para receber um jogo de final de Libertadores (40 mil). Na ocasião, o Atlético-PR iniciou a montagem de uma nova arquibancada para aumentar o espaço, mas, mesmo assim, teve de mandar seu jogo no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. A partida terminou com placar de 1 a 1 e, na volta, no Morumbi, o São Paulo goleou por 4 a 0.
    “Quando nós chegamos ao Atlético-PR em 95, eu prometi a nossa torcida que seríamos campeões brasileiros em 10 anos. Fomos em 6 (anos) e quase bi em 10 (anos). Se não fossem as forças ocultas, nós teríamos sido bi. Se não fossem as forças ocultas nós teríamos sido campeões da Libertadores. Porque nos tiraram na mão grande, de uma forma vil do nosso estádio para jogar a final. Nós tínhamos os 40 mil lugares, eu tenho todos certificados. Da polícia, do CREA, dos Bombeiros. Certificando a capacidade. Por força de ‘instruciones superiores’ fomos jogar no Beira-Rio. Não foi o estádio, foi a desmoralização que nos fez perder. Dois meses depois, os BAMBINHOS foram lá e tomaram de quatro”, disse o presidente do Atlético-PR em entrevista ao canal “ESPN Brasil”.

  11. VALDEIR SOUZA Says:

    tomara que esse imbecil perca até as cuecas….

  12. vai com tudo curinthia! Says:

    ganharam na mão grande e ainda querem falar do Corinthians!! esses bambis adoram o Corinthians..
    alias em 2005 o que aconteceu foi um idiota que comprava resultados de jogos para fazer apostas apenas com o intuito de ganhar dinheiro e não estava nem ai pra quem fosse campeão!! vários jogos foram anulados, e muitos deles que o Corinthians tinha vencido.. então não tem como afirmar que o Corinthians foi ajudado!voces tem que culpar o cara das apostas e não o Corinthians seus idiotas…

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: