Advertisements
Anúncios

A “mosquinha” do poder picou Paulo Nobre

O novo presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, que ingressou na política do clube com discurso de independência política, meses depois de assumir o cargo, demonstra que o poder o cooptou.

Para satisfazer os interesses de um grupo de conselheiros denominados “Fanfulla”, que, por sinal, costuma ter discursos também de moralidade, contratou o irmão de um dos integrantes para o cargo de Gerente Financeiro do clube.

Trata-se de Luciano Paciello, que receberá R$ 40 mil mensais pelo ofício.

Dessa maneira, os que se diziam “independentes” e “amantes” do Palmeiras se prostituem tanto quanto àqueles que combatiam, num círculo vicioso de “toma-lá-dá-cá” ainda mais prejudicial ao clube do que uma queda esportiva para a segunda divisão.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: