Mano Menezes foi Mano Menezes no Bola da Vez

O desavisado que assistir ao programa “Bola da Vez”, da ESPN Brasil, gravado ontem, com Mano Menezes, pode até acreditar que o treinador seja uma versão moderna de Jesus Cristo.

Porém, o que se viu, foi uma atuação absolutamente “Luxemburguiana”, estilo que o ex-treinador gaúcho da Seleção Brasileira adotou, e aperfeiçoou, com mais inteligência.

Mesmo tendo vontade de “matar” José Maria Marin, Mano tratou de defende-lo, até em assuntos absolutamente indefensáveis.

Talvez antenado com a necessidade de manter bom relacionamento comercial com a CBF, local e que seu sócio Carlos Leite continua tentando se criar novamente.

Entre a vergonha na cara e o dinheiro do bolso, Mano Menezes nunca pestanejou ao escolher o lado que sempre julgou ser o mais vantajoso, e que, por vezes, não significa ser necessariamente correto.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

13 ideias sobre “Mano Menezes foi Mano Menezes no Bola da Vez

  1. Mas é só Mano Menezes? Não vejo nenhum técnico botando a boca no trombone contra a má administração e corrupção na CBF? Às vezes reclamam do calendário. E só.

  2. MANO MENEZES é mais um treinador picareta que temos
    no futebol Brasileiro.

    Além de ultrapassado é um treinador venal, que vive contratando
    atletas de seu empresário………………

    Assim como LIXOBURGO, esse MANO MENEZES, é mais um
    câncer que temos no futebol Brasileiro…..

  3. Vc esperava o q do pupilo de Andrés Sanches ? Depois de estágio com o maior marginal do futebol brasileiro ele com certeza ele está bem treinado para todo tipo de picaretagem .

  4. Agora todo mundo que não entrar nessa modinha de esculachar o Marin é bandido. Na boa, tem gente muito pior que o Marin no futebol brasileiro e gente muito mais ridícula na própria imprensa. Mano é um dos melhores treinadores do Brasil. O problema é que no Brasil a gente mede os outros por nossa própria régua, daí estarem os apedeutas prontos justificar o sucesso alheio com a corrupção que lhes é natural. Bando de hipócritas.

  5. É só o Mano que faz isso? Não sou advogado de ng, contudo acho que todos são farinha do mesmo saco.
    Reclamam apenas do calendário. Estão errados ou certos? Acredito que estão certos, pois não deixa de ser um futuro patrão ou um futuro QI (quem indique).
    Tem casos muito mais estranhos. A venda do Fernando do Gremio, do W.Nem do Fluminense, a titularidade repentina do Luis Gustavo (reserva em seu time). A quem isso interessa?
    Ja imaginou se o Mano convoca o Jo…..como seria o seu comentário? Sou Corinthiano, mas por que não o Oswaldo, ou o Leandro do Palmeiras que foi testado? Qual foi o criterio a respeito do Jo? Quem é mesmo o empresario dele? Por que o Hulk fala de mudança de time durante a coletiva? Será que o empresario dele frenquenta o hotel da Seleção?
    Paulinho abra o leque…não se restrinja ao obvio. Escreva sobre o que os outros não querem escrever.
    Mano não é diferente de nenhum outro.
    Continue com as denuncias a respeito da CBF, COL, FIFA, Corinthians, SP, Palmeiras…más vá além, observe os detalhes.

  6. KKKKKKKKKKKK

    Eita Curica, racinha viu!!! Gentalha!!!

    Após a estadia no Curica, Mano aprendeu o modo curica de ser!

  7. “ex-treinador gaúcho da Seleção”, eu ja comentei aqui, q as vezes seus comentários tem um tom quase preconceituoso, mas vou acreditar q é só bairrista!

    Paulinho: Deixe de ser bobo… na mesma frase dois ex-treinadores de seleção são citados… o “gaúcho” foi para indicar de quem falava…

  8. Técnicos indicam jogadores de empresários por interesse próprio, dirigentes fazem o mesmo, jornalistas vendem matérias sobre jogadores para estes mesmo empresários. No Brasil são todos farinha do mesmo saco, todos sempre querendo levar vantagem em tudo e o futebol assim como a política são apenas um espelho de toda sociedade.

  9. Paulinho, o mano sempre foi assim, vc só está dando o braço a torcer ao seu amigo Juca que sempre se escondeu na época da ditadura e agora quer por quer tirar o “tirano” Marin da CBF. Use sua memória e lembre-se que esse técnico é o mesmo que aceitou dirigir o Grêmio mesmo ja sendo contratado pelo Corinthians na última partida daquele campeonato que empatou e definiu o time na segunda divisão. Se ele fosse uma pessoa de boa fé, jamais aceitaria conversar com Andrés Sanches antes do jogo, quanto menos dirigir o time sendo que já estava contratado. Vivemos numa democracia e o mano tem a opinião dele, e cada um tem a sua. Da mesma maneira Paulinho que tem jornalista e diretor de televisão que não nada contra o governo vermelho atual pois tem interesses, como por exemplo concessão de canais de rádio e tv e tb patrocínio de petrobrás e caixa econômica. Ninguém é ingênuo Paulinho , o Marin não presta e nunca prestou , o mesmo serve pro mano , na minha opinião, mas só tem gente vendo isso agora…..por que será ?

  10. Gostoso mesmo e sentar no barranco do campo do meu bairro e ver o galo da madrugada jogar, que delícia. Mano, quem é Mano? Desculpe, pensei que estavamos falando de futebol.

  11. Mamando FRANGA Menezes – PÓS GRADUADO na escola de ARTES: 5MALL CLUB (BY CNN)

  12. O que o Mano falou, e com coerência, é que só lembraram do discurso do Marin porque agora ele exercia o cargo de presidente da CBF, porque tal fato passado a mais de 40 anos nunca foi ventilado, e midiazinha rasteira.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.