Advertisements
Anúncios

Gobbi envergonha o Corinthians ao dedicar título para a bandidagem

Delegados de polícia tem por obrigação combater crimes e não se relacionar, em hipótese alguma, com gente ligada à bandidagem.

O presidente do Corinthians, Mario Gobbi, parece não dar muita bola para isso.

Investigado diversas vezes pela corregedoria da Polícia, divide reuniões no Parque São Jorge com bicheiros, bingueiros e gente ligada ao partido que comanda o crime da capital.

Razão pela qual sentiu-se absolutamente à vontade para dedicar uma conquista do clube, o Campeonato Paulista de 2013, aos “12 apóstolos” de Oruro, suspeitos de assassinato, e que tem entre seus membros um líder de facção criminosa infiltrado em torcida “organizada”.

Gente que já havia sido “homenageada”, ontem, quando outros criminosos dos Gaviões da Fiel lançaram sinalizador no gramado da Vila, proporcionando acréscimo de tempo que poderia ter dado outro destino ao campeonato.

Gobbi, é claro, conhecido delegado “calça frouxa”, medroso, sequer tocou no assunto.

Constrangidos ficaram, certamente, as pessoas de bem da polícia, que lutam contra essa gente, e os conselheiros do clube, que sofrem ao serem obrigados a conviver com parte desses marginais no Parque São Jorge.

Dois deles flagrados pelas câmeras de tv, organizando a chegada do ônibus corinthiano e usufruindo gratuitamente dos ingressos que deveriam ter sido destinados a quem contribui, de fato, com o clube.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: