Advertisements
Anúncios

Marin nega ser o dono da voz divulgada nas gravações

José Maria Marin explicou a amigos do futebol que a voz divulgada nas gravações que estão sendo postadas na internet, que o deixam em situação constrangedora, não seria a dele.

E que irá processar os “divulgadores’ da informação.

Pouca gente acreditou.

Razão pela qual só resta um caminho a seguir para o mandatário da CBF se, de fato, estiver dizendo a verdade.

Pedir instauração de inquérito policial, com perícia sobre o material, para que qualquer eventual “injustiça” seja reparada.

Porém, se comprovada que a voz nas gravações é a de Marin – e nada indica que não seja – o presidente da CBF tem a obrigação moral de assumir um compromisso de renúncia do cargo, tamanho o vexame que será ocasionado.

Terá peito de fazê-lo ?

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: