Advertisements

Corinthians e a “solidariedade” do horário nobre

A diretoria do Corinthians deixou vazar à mídia que ligou para a família do garoto Kevin para prestar suas condolências.

Sentimento que aflorou em seus dirigentes, por livre e espontânea pressão, exatamente um mês após o ocorrido.

E, por coincidência, dias após o anuncio de que a família acionaria juridicamente não apenas o clube, mas também seu presidente, o sempre temeroso delegado Mario Gobbi.

Certamente não fizeram parte da conversa os motivos que levaram o Corinthians não prestar, até o momento, a mínima ajuda, seja moral ou financeira aos familiares, muito menos a manobra incessante para soltar os líder dos criminosos, ainda preso em Oruro.

Gente decente não transforma o sofrimento alheio em motivo de promoção pessoal, atitude esta que está escancarada na maneira de “espetacularizar” a suposta aproximação do clube com a dor de quem perdeu um ente querido.

Exatamente, “gente decente”, o que por si explica todos os passos midiáticos que ainda estão por vir nos próximos dias.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: