Sócio de V(W)anderlei(y) Luxemburgo faz acordo para não ser preso em Goiás

O empresário Ângelo Pimentel, sócio do treinador V(W)anderlei(y) Luxemburgo em negociação de jogadores, foi à julgamento, durante a semana, por diversos crimes, entre eles o de ameaçar a vida de outro empresário, José Roberto, que trabalha para Maikon Leite.

Com uma farta gama de provas contra si, não teve alternativa, senão, fazer um acordo com o Ministério Público local.

Pelo qual terá que cumprir dois meses de serviços comunitários em local a ser designado, em Belo Horizonte.

Pouco para a gravidade de seu feito, mas, sem dúvida, desmoralizante por evidenciar seus atos e demonstrar quem de fato tinha razão.

Pimentel enfrentará ainda, nos próximos meses, processo de eliminação do direito de se intitular agente FIFA, a pedido de auditores da CBF, que julgaram diversas de suas irregularidades.

Apenas para constar, o advogado que defendeu o sócio de Luxa nesta e em outras ações, e que está na foto que ilustra a postagem (à esquerda), ao lado do próprio (fumando), é o Dr. Silvio Augusto Tarabal Coutinho, que vem a ser presidente do TJD-MG.

Demonstrando o nível de proteção, entre outras coisas, que essa gente possui no submundo do futebol.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.