São Paulo frita Leão para trazer Ney Franco

O processo indecoroso de fritura do treinador Emerson Leão, no São Paulo, instigado pelo incompetente Adalberto Batista, com as mãos “lavadas” de Juvenal Juvêncio dando guarida, tem um objetivo bem definido nos bastidores.

Fala-se no clube que um acordo com a CBF estaria sendo costurado para levar Ney Franco, das categorias de base da entidade, ao Tricolor.

Para que isso pudesse ser viabilizado, Leão, com fama de temperamento complicado, estaria sendo incitado a pedir demissão.

Esperto, e provavelmente bem informado, o treinador tem se mantido calado, esperando e pagando para ver os próximos capítulos.

Sim, porque há quem diga no Tricolor que o contrato que o prendia no clube, de apenas três meses, teria sido prorrogado, sem alarde, até o final do ano.

Em confirmada a informação, Adalberto, desafeto nem tão oculto assim de Leão, faz de tudo para pressioná-lo, sob pena de ver a oportunidade de trazer Ney Franco se tornar um desejo de consumo não realizado.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.