Advertisements

O grande derrotado

Por SEBASTIÃO NERY

http://www.tribunadaimprensa.com.br/coluna.asp?coluna=nery

Atrás de uma mesa quadrada e amarela, sentado numa cadeira com cara de trono, no Palácio Bandeirantes, em São Paulo, o governador Paulo Egidio (1975 a 1979) me apontou, bem à sua frente, o retrato de Rodrigues Alves, ex-governador e ex-presidente da República: “Está ali Rodrigues Alves. Esta cadeira não é a mesma, mas a mesa é”. Ele dizia: “Quem tem força não sou eu. Quem tem força é esta cadeira”.

Paulo Egidio estava no começo do mandato, nomeado pelo general Geisel. Contei-lhe que, da última vez em que tinha estado naquela sala, o então governador Abreu Sodré (1967-1971), nomeado pelo general Castelo Branco, e já no final do mandato, me disse: “Eu posso não fazer o sucessor que quero. Mas nesta cadeira não se senta quem eu não quiser”.

Meses depois, estava sentado ali o governador Laudo Natel (1971 a 1975), adversário e inimigo pessoal de Sodré.

Paulo Egidio

Paulo Egidio balançou o rosto gordo, num gesto muito seu, e sorriu: “Por isso é que não vou repetir os erros deles. Não vou querer continuar governador nos quatro anos seguintes. São Paulo acabou com o ademarismo, o janismo, o sodresismo, o laudismo, os `ismos’ todos que andavam por aí. Não tenho candidato a governador e não terei. A Arena de São Paulo é um partido ecumênico. Meu governo é um governo ecumênico, tem representantes das várias lideranças. Tenho os números todos no computador. Hoje ninguém tem maioria na convenção da Arena para ser candidato a governador. Delfim é um candidato forte. Nada tenho contra ele e pode ser o meu candidato. É meu amigo há 25 anos. Em determinado instante disputamos uma mesma posição e eu fui o governador. Mas não seria isso que iria abalar uma amizade de tanto tempo. Delfim é dinâmico e muito capaz. Se for o candidato, terá todo o meu apoio”.

O indicado pelo general Figueiredo foi Laudo Natel. E o escolhido, rebeldemente, pela convenção da Arena, foi Paulo Maluf. Duas sucessões descadeiradas.

Lula

Aliados, assessores, puxa-sacos e vassalos, cada um vai arranjar uma teoria para tentar escamotear a derrota de Lula. Mas a verdade histórica é esta: o grande derrotado de domingo foi Lula. Como já tinha sido no primeiro turno. De todos os que fazia questão de eleger, elegeu um só: Luiz Marinho, de São Bernardo. Um postezinho de segunda categoria.

1 – Perdeu São Paulo, a maior cidade do País, com sua candidata, Marta botoqueira, dostoievskianamente humilhada e ofendida na maior derrota da história das eleições paulistas e paulistanas: 60% a 39%.

2 – No Rio, o candidato do PT de Lula teve 4% no primeiro turno. No segundo, ele teve que engolir o candidato do governador Sergio Cabral, seu aliado do PMDB (dividido em três, no Rio), que só ganhou por 1% dos votos com o também peemedebista Eduardo Paes, que chamou Lula de “chefe da quadrilha” e denunciou os negócios dos filhos do presidente.

Aécio

Em Belo Horizonte, Lula também teve que deglutir Marcio Lacerda, do PSB, o candidato de Aécio Neves, do PSDB, eleito de virada: 59% a 40%. O PT de Lula e do prefeito Fernando Pimentel mal conseguiu pôr a cara de fora na campanha. E Pimentel definiu a derrota de Lula e do PT: “Onde fomos de cara limpa, perdemos” (Ilimar Franco, “O Globo”).

Conclusão oficial do PT: o PT só ganha “de cara suja”. Em Salvador, quarto colégio eleitoral do País, onde o PT apareceu “de cara limpa”, com o deputado Walter Pinheiro, Lula e o governador Jaques Wagner perderam de 58% a 41% para João Henrique, do PMDB.

Em Porto Alegre, quinto colégio eleitoral, também “de cara limpa” com a petista Maria do Rosário, Fogaça derrotou Lula e o PT: 59% a 41%.

2 de 6

Dos seis maiores colégios eleitorais do País, Lula e o PT venceram só no quinto e no sexto: em Recife, com João Costa, e em Fortaleza, com Lusianne, de quem Lula não gosta, vetou em 2004, e ela também não gosta.

Os dois já tinham as prefeituras e os apoios dos dois governadores, Eduardo Campos e Cid Gomes, do PSB, bem avaliados, foram fundamentais.

O que sobrou para o PT pelo resto das 27 capitais? Vitória (Espírito Santo), com João Coser, apoiado pelo governador Paulo Hartung, PMDB; Rio Branco (Acre), com Raimundo Angelim; Porto Velho (Rondônia), com Roberto Sobrinho; Palmas (Tocantins), com Raul Filho.

Escorraçado

Ricardo Noblat, no seu excelente blog, foi até generoso com Lula:

“Lula saiu da eleição menor do que entrou. Entrou como um Midas, capaz de transformar em ouro tudo que tocasse. Não desempatou a eleição em favor de ninguém”. (Só ganhou onde já estava ganha.) “Como a seleção brasileira na Copa de 2006, Lula, condenado a ganhar, não ganhou”. Em menos de 30 anos, o PT envelheceu, esclerosou, começa a morrer. O que ainda o sustenta é Lula no governo. Só mais dois anos.

O PT nasceu em quatro cidades: São Paulo, Porto Alegre, Santos e Santo André. (Em São Bernardo nasceram o sindicalismo de Lula e a CUT.) O PT já teve suas quatro cidades-maternidade. Hoje, mais nenhuma. Foi escorraçado de São Paulo, Porto Alegre, Santos, Santo André.

Facebook Comments
Advertisements

30 comentários sobre “O grande derrotado

  1. Edgard Fonseca

    Na época do governo FHC o Brasil era um mar de prosperidade e honestidade. Chega a me dar vontade de chorar de tanta saudade q sinto dessa época.
    Essas viúvas do FHC são rancorosas demais não se cansam de resmungar.
    Lugar de tucano é no zoológico!
    O IBAMA deveria retirar o tucano da categoria de animal em extinção, pois em São Paulo está cheio deles.

  2. Leopoldo Alves

    O grande derrotado foi a população de São Paulo, as pessoas menos favorecidas, trabalhadores como aquele que o Kassab chamou de VAGABUNDO.

    Como pessoa resignada que tive que aprender a ser, trago comigo a experiência de que “O TEMPO É O SENHOR DA VERDADE”, não há máscara que resista a ele. Perdemos porque parte do povo se acostumou a ser enganada, e parece que gostam.

    Na entrevista da cientista política Maria Victória Benevides na Folha de ontem, ela explica com clareza a substância politico-eleitoral do Kassab:-
    “Ele foi uma pessoa fabricada, uma espécie de Pitta que deu certo. O Pitta foi fabricado pelo Maluf igualzinho o Kassab foi fabricado pelo Serra. Quem era Kassab antes do Serra?. O problema é que a memória da imensa maioria dos eleitores, os mais pobres e os MENOS POLITIZADOS, é MAIS CURTA”.

    Logo, o Kassab NÃO existe e será desmistificado, quem venceu foi o KASSABINHO Chucky com a ajuda da máquina administrativa e Serra Vampiro da CPI das ambulâncias, o homem sem saúde.

    Espero em 2010 não perder para o papai noel, que 60% de S.Paulo acredita que exista. Povinho desunido!

  3. Cesar Fuentes

    o que eu acho mais ridículo é os anti-Lula que chamava o povo de burro e esquecido, quando da sua reeleição. Ele conseguiu se descolar do PT, estar unânime, como presidente, não como petista.

    Agora, esses mesmos dão graças a Deus dele ter realmente de descolado do partido, e não emplacar em São Paulo.

    Só esquecem que nós, paulistanos, estamos sendo quase que odiados nos outros estados.

  4. Anderson Lopes

    Tisc, tisc, tisc, Paulinho…..vc naum entende nada mesmo de política. Como dizia Tim Maia: “O Brasil é o único país em que puta goza, traficante cheira e pobre vota na direita!” Continue assim, adestrado pela elite branca e preconceituosa de São Paulo.

  5. Roberto

    Concordo plenamente com o Edgard, é lamentável alguém que se diz sério ficar defendendo torturadores do PFL e picaretas do PSDB. Nessa onda Sr Paulinho, o senhor vai se afundar.

  6. geraldo c araujo

    A imensa popularidade conferida a Lula pelos institutos de pesquisa, beirando a unanimidade, é desmentida pelo resultado obtido por seus candidatos em 2008. A verdade é que, em todos os meus anos de vida – e lá se vão muitos – nunca fui ouvido por qualquer desses pesquisadores sobre qualquer assunto; muito menos por opiniões políticas. Mais: conheço centenas, talvez milhares de pessoas, sem que uma, sequer, tenha jamais opinado para os institutos de pesquisa de opinião. Sem dúvida, ou minha classe social é muito discriminada nessas pesquisas, ou os ibopes da vida só colhem dados entre anencéfalos e irracionais.

  7. Sergio Roberto

    Lula é o grande vencendor!!!
    Ninguem nessa eleição ousou critica-lo.
    Lula é muito melhor que FHC!!

  8. Sergio Roberto

    Quer dizer então que as capitais que o PT venceu não são importantes?
    è bem o pensamento preconceituoso do paulista!!

  9. ROBERTO

    Após a leitura desse texto ridículo, é fácil concluir que seu autor é hoje um tucano que ontem foi PFL (DEM?) e que não perdem a oportunidade de falar mal do maior Presidente da República de todos os tempos. Mas, o preconceito os impede de pensar. Esperavam que o Brasil nas mão de LULA se transformaria num caos. Ledo engano. Estamos infinitamente melhor. Quanto as eleições municipais de que trata o frustado articulista, nada a temer. O PT foi o partido que mais obteve votos nestas eleições. Perder em São Paulo não é surpresa, pois se CRISTO pertencesse ao PT certamente essa classe média frustada não confiaria seu voto. Basta ser do PT que eles são contrários. É, eles preferem os tipos MALUFs, COLLORs, SARNEYs, JORGE BORHAASSENs, QUÉRCIAs, etc., MAS, eles não deixaram jamais o LULA em paz, afinal, ninguém chuta cachorro morto. Ah, se houvesse o terceiro mandato. Eles sabem que seria o homem LÁ DE NOVO!

  10. Carlos Almeida

    O PT vai ser grande o dia que seus adimiradores souberem perder. Os seguidores da Marta chegaram a o absurdo de dizer, que o luiz roubou (deu preferência ao Kassab) como se elição fosse um jogo de futebol e o povo a bola, chutada por todos os lados. Gente acordem. Com a sua ambição pelo poder o Lula matou o PT. Fez a mesma coisa que os 20 anos de ditadira, que impediram o crescimento de verdadeiros líderes na política brasileira. Ele (Lula) lembrou outro dia que 2010 será a primeira eleição sem a participação dele. Apontem de coração, quem o PT tem para apresentar como candidato com chance de vitória, quem?. E pior o Lula, que faz um bom governo pelo fato do Antonio Palocci, não ter deixado ele e ninguém mexer na política econômica do FHC, deu o caminho para os outros. O negócio é continuar a dar esmola, ops, bolsa para os pobres e também serão idolatrados, ou alguém duvida. O bolso e a boca não olha a cara de quem lhe dá dinheiro, ou melhor todos s (os que dão) são muito parecidos. Gente acabando o mandato do Lula, acaba o PT> É só esperar e verificar.

  11. Leonardo

    Eu achava que o Nery já tinha desencarnado. Não é que o Paulinho agora deu pra ressuscitar gente também?

  12. Fernando

    Paulinho,
    gosto muito do seu blog, mas esse texto foi super infeliz, no Brasil nao existe logica nas votações e hoje em dia, de tao ruim de se escolher alguem porque praticamente nao existe ninguem com a ficha limpa, o povo vota mais pela rejeição ao outro candidato, a Marta morreu politicamente no “relaxa e goza” , o Gabeira foi enfiado goela abaixo pela Globo no Rio, Globo que ja tinha batido muito nele pelos projetos de liberação da maconha, sem contar o dado que esta ficando mais critico nas eleições é a abstenção em torno de 20% e duro quando começamos a perder as esperanças, melhor ficarmos so no futebol que não esta nada diferente do que a polica….abraços

  13. Jeferson Dascanio

    Não sou adepto de terceiros, quartos ou quintos mandatos…
    Mas se houvesse eleições e o LULA fosse candidato… ganharia do Serra, do Aécio, do Alkmin e de quem voce quisesse.
    Me mostre um… só um candidato que poderia se contrapor ao LULA!

    Erros todos cometem, como ele cometeu os seus…

    Mas é o melhor presidente que já vi!

    Vc Paulinho… está ficando cada dia pior…

  14. Rogerio

    Paulinho,

    qual sua opiniao sobre a gestao do Jose Serra em Sao Paulo, ja que vc odeia tanto o Lula….tudo a mesma merdx, governos horriveis , alianças piores ainda, ninguem consegue defender ninguem, e o mais absurdo é ler no seu comentario que o melhor do governo Lula foi não ter mexido na parte economica, francamente o que mais estimulou esta loucura no mundo hoje, foi esta desgraça chamada neo-liberalismo amplamente apoiada pelo nosso balaustre de cultura FHC “esqueçam o que escrevi”..agora quem vai chorar, adivinha….
    tchau

  15. Adriano

    Roberto,

    A politica economica é a mesma do governo FHC, ele apenas deu continuidade algo que qualquer um já sabia que ia dar certo, e você vem considerando ele o maior presidente de todos os tempos??!!.. Daqui a pouco vai começar a falar as mesmas besteiras que o teu querido presidente…”Desde Cabral, nunca na história desse pais…””.. Acorda para a vida!!!

  16. Marcos Gracindo

    ledo engano meu caro, que saiu perdendo foi a população de são paulo, vc viuva de FHC não consegue suporta como um trabalhador coseguiu fazer por esse pais o que o seu sociologo não !!!!!

  17. Valdir Pugin

    Paulinho, diga-me sinceramente: você conhece esse Sebastião Nery? Acho que não. Se conhecesse não publicaria um texto dessa natureza. Senti vontade de vomitar. O cara tem uma história tenebrosa durante o regime militar. Tenha a santa paciência. Você não pretende algum dia ser jornalista? Como você é muito novo, procure se informar melhor, estude mais a história recente do país. Ou então opine apenas sobre futebol. É mais fácil e mais adequado, considerando-se os seus parcos conhecimentos políticos.

  18. JORGE

    ESSES PETISTAS NÃO APRENDEM MESMO : DEPOIS DE TODA SUJEIRA DO MENSALÃO, DÓLARES NA CUECA E ESSES INFELIZES AINDA SE ACHAM NO DIREITO DE CRITICAR OS OUTROS…
    DOIS ANOS PASSAM RÁPIDO E DEPOIS QUERO TER O PRAZER DE VER O FIM DESSA SEITA MALIGNA CHAMADA PT.

  19. Marcus

    Paulinho…… agora vc foi além de qualquer coisa……. mais ou menos como a turma d psj! Ridícula a sua posição política! Mas respeito seu direito pensar assim………

  20. Brav0

    Resumindo, Lula continuou com as mesmas cidades que tinha nos seus 2 ultimos mandatos e irá eleger o próximo presidente do Brasil.

    Moral da história paulinho?

  21. CONTRA A IMPUNIDADE

    Precisamos lembrar ao senhor Paulinho, dono do blog, que nós torcedores e trabalhadores que pagam impostos e suas contas em dia; nós que participamos de eleições e tentamos nos fazer representar da melhor maneira possivel, estamos INDIGNADOS com a demora referente ao processo de apuração e punição dos responsáveis pelo caso do gás na semi-final do campeonato paulista de 2008.
    Mesmo após o JORNAL LANCE ter divulgado que durante as escutas telefônicas no caso da máfia dos ingressos, foram encontradas/criadas provas ( gracações de conversas ) do envolvimento de torcedores e dirigentes da Sociedade Esportiva Palmeiras, estranhamente notamos “morosidade” no processo.
    Gentilmente solicitamos ao caro jornalista, que nos informe, cobre, investigue.
    Nós não queremos de forma alguma ter gente desta espécie vestidos de representantes mascarados de pessoas de bem em nosso meio.

    QUE SE INVESTIGUE, QUE JULGUEM E PRINCIPALMENTE QUE PUNAM OS RESPONSÁVEIS.

    NÃO A IMPUNIDADE !!!

  22. Piantino

    Como pode alguem que se diz futuro jornalista , gostar do DEM e PSDB , sei que todos os partidos são iguais mas , francamente , esses são a encarnação de tudo de ruim que pode ter , o gente do mal essa ai…

  23. Alexandre

    Análise isenta esta. Com foco exclusivamente pessoal na figura do Lula. Faltou dizer que o único ganhador foi o Serra. Paulinho, para ser coerente você deveria publicar uma análise de quantidades de municípios que o PT tem hoje comparado com 2004. Opinião cada um tem a sua. A análise é no mínimo preconceituosa. E parece que você gosta.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: