Advertisements

Chantagem eleitoral

 

Encontrei no blog do Noblat um vídeo que demonstra um verdadeiro crime eleitoral.

Nele o prefeito Veneziano Vital (PMDB), candidato a reeleição em Campina Grande, chantageia o povo utilizando-se do bolsa-família, o programa de esmolas eleitorais criado pelo governo Lula.

De maneira criminosa, Veneziano deixa a entender que se não votarem da maneira que ele sugestiona o “benefício” pode acabar.

Assista e cuidado com inevitável ânsia causada pelas imagens.

Facebook Comments
Advertisements

7 comentários sobre “Chantagem eleitoral

  1. Torcedor

    Ele é aqui da minha cidade.
    Sou de Campina Grande.
    Inclusive votei nele na ultima eleicao para prefeito, pois parecia ser a melhor opcao pq tinha novas ideias e aqui tinha um grupo no poder a 20 anos, portanto achei por bem votar.
    Me enganei.
    Casos como esse do video, corrupcao e outros apareceram.
    Nao voto mais.
    Tenho compromisso com a cidade, e nao com o politico.
    Pena que o povo daqui leva politica pra um lado de paixao, independente do que o politico faca….aqui ele sempre vai ter sua “torcida”, é nojento.
    Mas faco minha parte, meu foto esse safado nao recebe nunca mais.

  2. Anderson Lopes

    Só uma correção. O Bolsa Família foi criado pelo FHC que copiou um programa semelhante criado no Distrito Federal pelo então Governador Cristóvão Buarque.
    Da maneira que vc escreve, parece que todos os males do mundo são frutos do Bolsa Família e, consequentemente, do Presidente Lula, que, claramente, vc não gosta. Só critica o Bolsa Família quem não precisa/depende dele. Concordo que um blog é um espaço muito pessoal onde são colocados os pontos de vista do blogueiro, mas como vc mesmo o intitula de “Jornalismo com Credibilidade”, vc deveria se informar melhor antes de postar uma “informação” nesse espaço. De uma olhadinha no blog do Azenha, acredito que será de grande valia pra vc!

  3. Cesar Fuentes

    Seu anti-lulismo está te tirando a razão? ter renda mínima é esmola eleitoral? 10 milhões sairam da linha da pobreza, e isso é esmola? Ter dinheiro para comer é esmola?

  4. geraldo lina

    BOLSA FAMILIA = VOTO CABRESTO.

    Agora esse safado ai de Campina Grande tem que ir pra cadeia…

    *** *****

  5. Leopoldo_Alves

    Seu texto é tendencioso, incompatível com a credibilidade e respeito que tem conquistado com este blog. Todos os candidatos vão querer estar vinculado nessa eleição ao Presidente que tem 80% de aprovação, até o PSDB de Alckimin e o DEM do Kassab tem feito isso. São os “Venezianos candidatos de São Paulo”. São melhores do que os de Campina Grande?

    O BOLSA FAMÍLIA, direito do brasileiro que vive à margem da linha da pobreza, foi o meio que o Governo encontrou para que esse dinheiro chegasse “de fato” a mão daqueles que precisam, já que as verbas liberadas através do Orçamento ou de Emendas Paralamentares eram desviadas pelos gestores que governavam seus prespectivos Estados e Muncípios, ou destinada para outros fins eleitoreiros.

    Através do Ministério das Cidades, todo e qualquer Município pode usufruir de benefícios oferecidos, inclusive de receitas não utilizadas, cujos prazos expiraram, se apresentarem qq projeto que demonstre a necessidade do recurso, destino e benefício coletivo.

    Infelizmente, ainda vivemos num País que para votar um projeto de bem comum, os parlamentares, na sua maioria, “cobram e barganham” em detrimento dos interesses e necessidades de uma nação. O Presidente – Poder Executivo, não consegue sancionar nenhuma Lei se não for aprovada pelo Congresso. Difícil, né?

    O brasileiro precisa ter mais acesso à informação, educação e cultura, senão acaba pensando que o benefício é um bônus eleitoral e não um direito constituido, agora por LEI.
    Abs.

  6. Cesar

    Por que você não deixa um pouco a ignorância de lado sobre o programa Bolsa-família e tenta se informar um pouco mais? Leia um pouco mais de Carta Capital, entre no blog de Luis Nassif, do Paulo Henrique Amorim, pra não ficar repetindo esse discursinho “pseudo-intelectual preocupado com as mazelas sociais”, de que o bolsa-família é esmola e que o Lula deveria ensinar o pobre a pescar em vez de dar o peixe…
    Aí você vai perceber o impacto do programa nas regiões mais atendidas por ele, não apenas pra matar a fome de milhões de brasileiros, mas como permitiu que a própria região se desenvolvesse em razão do aumento do consumo e, consequentemente, da produção, e com isso o aumento dos empregos etc. Sem contar o aumento real do salário mínimo. Já parou pra ler um pouco os últimos relatórios do IBGE, IPEA, a PNAD?
    E ainda quer dar dica de como votar…

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: