Advertisements

Por fraude, Justiça Federal cassa, definitivamente, cessão do canal 32 ao dono da Kalunga

Na virada do ano, a Justiça Federal considerou ilegal a transação envolvendo a Editora Abril e o empresário Paulo Garcia, dono da Kalunga, que adquiriu, há alguns anos, sem a obrigatória interveniência do Governo, a concessão do Canal 32, famoso por ter abrigado a MTV Brasil.

Em meio ao recurso, impetrado na sequência, a emissora, a pedido de Jair Bolsonaro, acertou parceria com a Jovem Pan, que ocuparia a faixa em 2022.

Não mais.

A Quarta Turma do TRF-3, durante a semana, confirmou a sentença anterior.

Está, portanto, definitivamente cassada a concessão da TV.

O prejuízo de Garcia será monumental.

Em 2013, a antiga MTV, do grupo Abril, negociou a concessão pelo valor de R$ 290 milhões, que, corrigidos apenas pela atualização monetária correspondem, atualmente, a R$ 610 milhões.

Além disso, Paulo Garcia foi condenado a arcar com multa de R$ 29 milhões.

Quase um estádio de Itaquera.

Não há, por conta da falência da Editora Abril, a menor chance de recuperação dos recursos.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: