Advertisements

O cérebro do nadador bolsominion que foi eliminado das próximas duas Olimpíadas

Após classificar-se para os Jogos Olímpicos de Tóquio, nos 100m livres da Natação, o atleta André Calvelo, que é bolsominion, foi flagrado no exame anti-doping.

Constatou-se a utilização de ‘drostanolona’, a famosa ‘bomba’.

Calvelo, tudo indica, queria ficar, em gíria de academia, com o corpo sarado, porém ‘riscado’.

Anteontem, ao ser julgado pelo Tribunal de Justiça Desportiva Anti-Dopagem, o nadador, com os vícios naturais de um cérebro bolsominion, mentiu ao se defender e, pior, compareceu ao Tribunal fardado, como querendo intimidar os julgadores.

O resultado não poderia ser diferente.

André Calvelo recebeu a pena máxima do TJD-AD, ou seja, estará fora desta e também da próxima Olimpíadas, praticamente sepultando qualquer possibilidade de êxito importante na carreira.

A história que ele contou aos julgadores?

Calvelo disse que se contaminou porque a namorada tomava a ‘bomba’, que é injetável, batida no liquidificador e ele, inocentemente, não limpou o aparelho antes de utilizá-lo novamente.

Sobre a farda, foi questionado se costumava andar trajado desse jeito nas ruas, e se calou.


Calvelo antes da bomba

Depois da bomba

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: