Advertisements

O gigante Gil do Vigor e o insignificante advogado homofóbico

Contratado, Gil do Vigor já tem destino certo na Globo: veja qual será

Gil do Vigor, que carregou o BBB nas costas durante o primeiro trimestre de 2021, é muito mais do que uma subcelebridade em busca de cinco minutos de fama, conforme muita gente, sem aprofundamento de sua história, tende a considerá-lo.

Trata-se de um jovem nordestino, pobre, preto e que, até antes do ingresso no programa da Rede Globo, tinha medo de assumir, plenamente, a sexualidade, por conta de preconceitos diversos, inclusive do próprio pai.

Apesar disso, em meio há anos de sofrimento, Gil tornou-se, com esforço próprio, um dos principais alunos de economia do país – comprovado em sucessivas notas dez, publicamente disponíveis à avaliações – com direito a aceitação para realização de ‘phd’ em duas Universidades Americanas, uma delas, na Califórnia, das mais conceituadas do planeta, em que estudará.

Antes de ser contratado, formalmente, pela Globo – na última semana – o pernambucano deixou claro que sua prioridade era estudar, o que deverá fazê-lo ainda em 2021.

Trata-se, sem dúvida, de um sujeito especial.

Apesar disso, de trazer alegria aos lares brasileiros e se manter humilde e correto fora do ar, Gil foi relembrado dos traumas que explicitou a milhões de brasileiros ao ser desrespeitado pelo insignificante advogado Flavio Koury, conselheiro do Sport, com afirmações homofóbicas – que não repetiremos aqui – por conta de uma homenagem ofertada pelo clube.

A agremiação repudiou, publicamente, a ofensa, mas não pode parar por aí.

O bolsonarista Kouri tem que ser expulso do Sport, indiciado criminalmente e também na esfera civil, porque, apesar de muitos tratarem-no, como se fosse atenuante, na condição de pessoa ‘bronca’ e ‘antiga’, o advogado possui formação acadêmica e milita não apenas no mundo do futebol, mas também da política e, principalmente, para vergonha de todos nós, da imprensa.

Ou seja, possui informação suficiente para evolução, mas prefere ser como é.

Kouri é vice-presidente jurídico do ‘Diário de Pernambuco’, que, assim como o Sport, tem a obrigação de tomar providências.

Facebook Comments
Advertisements

Um comentário sobre “O gigante Gil do Vigor e o insignificante advogado homofóbico

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: