Advertisements

O futuro do Palmeiras está nas mãos de Mustafá Contursi

Madame Leila Pereira será a próxima presidente do Palmeiras, carregando consigo a submissão do Conselho Deliberativo e a truculência de seu ‘exército pessoal’, muito bem remunerado, da Mancha Verde.

As próximas eleições servirão apenas para ratificar um poder que ela, de fato, já exerce.

O clube, tudo indica, viverá tempos de assemelhados aos de Ditadura, para alegria do ‘palmeirense’ Bolsonaro, com quem Leila se dá muito bem.

Pelo menos é o que sugere a quase inexistência de oposição e o fato de boa parte da imprensa esportiva estar sendo patrocinada pela Crefisa.

O resultado desse contexto seria uma política de aceitação a tudo, inclusive eventuais desmandos, uma narrativa pública controlada e a possibilidade de perseguição aos que ousarem se contrapor.

Sem contar o fato de que Madame será pivô de um conflito de interesses notório entra a empresa que preside e o Palmeiras.

Como livrar o Palmeiras desse destino?

A única solução passa pelas mãos de quem trouxe o problema para dentro do clube, o ex-presidente Mustafá Contursi.

“Conheceis a verdade e a verdade vos libertará”, diz trecho da Bíblia, que se encaixa bem no atual momento palestrino.

Mustafá, em 22 de fevereiro de 2016, protocolou no Palmeiras uma carta atestando que Leila Pereira e seu mantenedor, José Roberto Lamacchia, seriam sócios do clube desde dezembro de 1996, citando como testemunha um morto, Eduardo José Farah, ex-presidente da FPF.

Não existe qualquer outra documentação, no clube ou fora dele, nem fotografias, muito menos testemunhas que atestem a veracidade do que foi assinado.

Muita gente acredita que Mustafá mentiu em troca de dinheiro e de aliança política.

De fato, pouco tempo depois, Leila ‘doou’ R$ 430 mil a Mustafá, recebidos na conta do Sindicato de Clubes, que ele domina há algumas décadas.

Por conta das evidências de fraude, o departamento jurídico do Palmeiras emitiu parecer de que Leila somente tornou-se associada do Palmeiras em 16 de julho de 2015, ou seja, quase 20 anos após a possível simulação patrocinada por Mustafá.

Diante desse quadro, o então presidente Paulo Nobre mandou retificar a ficha de Madame, restabelecendo o que parece ser a verdade.

Porém, assim que Maurício Galiotte, a quem a Crefisa dita as ordens, assumiu a presidência do Palmeiras, a análise jurídica foi descartada e passou a valer, novamente, a suspeita carta de Mustafá, restabelecendo os ‘direitos’ de Leila e Lamacchia.

Aos 80 anos, Mustafá Contursi chegou a uma fase da vida em que seus feitos, notórios, já fazem parte da história do Palmeiras, assim como os equívocos.

Logo após avalizar Leila Pereira no Palmeiras, o ex-presidente foi ‘chutado’, politicamente, por Madame, e processado pelo marido.

Se não pela questão pessoal, mas pelo amor que diz ter pelo clube, Mustafá deveria dizer a verdade, ainda que ela possa lhe gerar criticas e algum incomodo político.

Nada que já não tenha superado noutros tempos.

Em hipótese, se, seja lá por quais motivações, Mustafá disser que mentiu ao ajudar uma então amiga a participar da vida política palestrina, todas as movimentações de Madame dentro do clube, entre as quais as eleições ao Conselho e a possibilidade de vir a se tornar presidente serão enterradas.

Será que, para quem foi traído não seria, além de correto, saboroso comer esse prato?

Leila e Lamacchia, provavelmente, além de perderem os poderes, seriam, em tese, punidos pelo clube.

Suspensos ou até expulsos.

Restaria a questão do patrocínio.

Se “Madame’, de fato, utiliza a camisa do clube comercialmente, não haveria razões para romper o acordo, mas, se o aporte financeiro objetivava razões políticas, logo saberíamos.

O Palmeiras não pode ser refém de patrocinadores nem de ações incorretas de bastidores.

Na questão comercial, existem empresas ainda mais relevantes no mercado que, se bem negociadas, tratarão o clube com o respeito merecido.

Para bem do Verdão, é melhor cortar o mal pela raiz do que precisar, depois, correr atrás de um prejuízo moral, e talvez financeiro, que podem vir a ser quase impossíveis de serem recuperados.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: