Advertisements

O apito pela culatra de Simon

Do blog do JUCA

http://blogdojuca.blog.uol.com.br/

Em seu livro “Grêmio: Nada pode ser maior”, o escritor Eduardo Bueno, o Peninha, escreveu, no tom jocoso que caracteriza quase todo o livro, que tem até uma homenagem aos brucutus, em sua primeira linha, que “Futebol-arte, todo mundo sabe, é coisa de veado”.

Escreveu, também, que o assoprador de apito Carlos Eugênio Simon fazia parte da “infame estirpe dos juízes que surrupiaram o Grêmio”.

Por isso foi processado. E perdeu.

O que o levou a distribuir o texto abaixo:

Por EDUARDO “PENINHA” BUENO

Depois de quase dois anos de trâmites, o processo que o apitador Carlos Simon moveu contra mim encerrou-se, em primeira instância, nessa última “quinta-feira santa”.

Fomos, a editora Ediouro, que publicou o livro “Grêmio: Nada pode ser maior”, de minha autoria, e eu próprio, condenados a pagar cerca de R$ 15 mil ao referido apitador.

Não sei ainda qual a opinião da editora, mas estou enviando esse email para revelar, de público, que, embora ainda caiba recurso, faço questão de “desembolsar” a supracitada quantia, já que considero quase um galhardão, um prêmio, um presente ser processado por alguém da estatura e do currículo de Carlos Simon.

Por vários motivos:

1) Porque tenho a esperança de que o referido profissional use o dinheiro para fazer cursinhos de atualização em arbitragem, de forma que passe a errar menos, em especial contra o Grêmio;

2) Porque me inspirou para escrever o livro “Os erros de Carlos Simon”, que será lançado em breve, com a disposição altruísta de que a rememoração do extenso rol de suas falhas o leve aprimorar-se em sua profissão e não marcar mais impedimento em cobrança de lateral;

3) Porque descobri que Ricardo Teixeira e a Comissão de Arbitragem da CBF– que eu desconhecia serem letrados – leram (oh, espanto!) meu livro “Grêmio: Nada pode ser maior”.

Como costumo tratar bem meus leitores, vou enviar-lhes um exemplar da nova obra . Enviarei um também para a Confederação de Futebol de Gana, onde Simon é muito admirado;

4) Porque o caso me inspirou a criar um site, errosdesimon.com. aberto à atualizações do público em geral, já que o livro não conseguirá acompanhar a rapidez com que o panorama se modifica;

5) Porque vou reescrever o livro “Grêmio: Nada pode ser maior”, extraindo a frase capada pela justiça e, no lugar dela, acrescentar um apêndice com todos os erros do supracitado árbitro contra o Grêmio – sempre na tentativa de que ele se aprimore.

O livro já vendeu 23 mil exemplares, mas sei que a torcida do Grêmio comprará muito mais da nova edição,

6) Porque disposto a ajudá-lo a se aprimorar também na profissão de jornalista – que diz exercer, embora eu nunca tenha lido nem mesmo a frase “Ivo viu a uva” escrita por ele -, venho lançar de público um desafio: ele escreve um livro e eu apito um Grenal e veremos quem erra menos.

(Desde criança, meu sonho sempre foi apitar um Grenal…).

Se o desafio for considerado despropositado, sugiro então um debate público sobre o tema: “O que leva uma criança a decidir ser juiz de futebol?”

Ou então sobre a inquietante questão “Quem somos, de onde viemos e para onde vamos”.

7) Por fim, porque tal processo com certeza unirá nossas trajetórias profissionais por um bom tempo e haverá de servir de estímulo para nos aprimorarmos mutuamente no exercício de nossas atividades – levando ainda mais longe o nome do nosso amado Rio Grande.

E, se, porventura, as obras que pretendo escrever sobre o referido árbitro – sempre, repito, no intuito de aprimorá-lo no exercício de sua dura faina – vierem, por algum motivo, a ser censuradas, os processos daí decorrentes certamente irão deflagrar estimulante debate sobre os limites da liberdade de expressão e de opinião.

Tenho certeza de que esse será um tema instigante, cujo desenrolar haverá de colaborar para amadurecimento da nação. 

Facebook Comments
Advertisements

16 comentários sobre “O apito pela culatra de Simon

  1. jose neto sobrinho

    Genial, somente uma mente como a sua para dar uma resposta a altura desse desinfeliz “assoprador de latas” que tanto mal já causou aos times brasileiros. Cadê as materias desse jornalista. Será que o fato de ter sido chamado às falas fez com que se tornasse mais “macho”, se escondendo atrás da justiça para processar o Peninha. Simon, entre você e o jornalista, para todos nós, dá um PENÃO de você, coitado. Tava na hora de alguém mostrar ao Brasil quem são esses “bifaciais” do apito que, se julgando acima do bem e do mal, fazem com que o futebol seja o que eles querem: uma desgraça. Quantas vezes ele já “subtraiu” um time. Vide o Brasiliense contra o Coringão. Grande Peninha. Parabéns. Neto.

  2. Hugo - Corinthians

    Homofóbico e desrespeitoso para com a Justiça.
    Se depender de mim pra ler uma linha do malfadado livro, morre de fome.

  3. Luiz/Ctba

    A fina ironia do Peninha certamente o levará a um novo processo. Não se pode atacar a honra alheia impunemente. Acredito que todas a críti- cas às pessoas públicas podem e devem ser feitas, porém sem exageros e perseguições pessoais.

  4. Alessandro Torino

    Isso é que chamamos de tapa de luva. Se eu fosse o Simon, pediria asilo em Gana. E Eduardo, não se esqueça dos erros contra o Galo, e que o cara de pau admitiu.
    Parabéns Paulinho por publicar e parabens ao Peninha por ser brilhante e bem humorado!
    P.S.:
    Paulinho, sou atleticano, mas sempre leio seu blog, desde os tempos de UOL. Não esmoreça, mas sua vida vai ser dura por enfrentar estes covardes. Voce tem o apoio de BH e de Minas Gerais. Siga em frente meu velho.
    Abs,
    Alessandro Torino

  5. Marcelo Bicudo

    É por essas e outras que a gente percebe que ter um diploma não significa estar ileso à ignorância.

  6. ROQUE

    Paulinho, quero ver ele ter disposição para fazer um livro com os erros cometidos contra a LUSINHA.
    Vai vender 29 exemplares.
    Quer me enganar, Peninha ?
    Fala sério.
    Abraços, Paulinho !
    No momento você é o melhor !

  7. sergio murilo

    Como é mala esse tal peninha……Esses são daqueles que inteligencia é coisa de poucos.

  8. mestre cuca.

    Tchê, que gaudério macho. É gaúcho mesmo? Não me diga que és tricolor também. Bah!! tchê !!

  9. Alexandre

    Simplesmente perfeito.

    Em nome de TODOS Atleticanos, venho aqui parabenizá-lo pelo texto, livro e, principalmente, pelas críticas acertadas a esse senhor que não me permito, sequer, falar o nome.

    Um forte abraço,

    Alexandre ATLETICANO.

  10. geraldo lina

    IMPAGAVEL, E MAIS, PRA QUEM QUER UMA OTIMA LEITURA E OLHAR PRO SEU PROPRIO UMBIGO, NESTE CASO O BRASIL, ESSE EH O CARA.
    ***(*) ******(*)

  11. kasparaitis

    peninha como sempre com sua ironia afiada. adoro ele, é mais engraçado q a maioria dos “humoristas” da tv. e simon… é um arbitro ruim só isso. representa o brasil na copa pq nosso futebol é uma piada, então nada melhor q um palhaço pra representar-nos né.

  12. Encarnado

    Peninha é um sujeito legal, bom escritor.
    Mas torcer para o timeco da azenha derruba qualquer um…

  13. CLAUDIO LOPES

    Apito futebol amador há 25 anos. Posso garantir que o Simon é acomodador. É um árbitro covarde. É um discípulo à altura do Márcio Resende de Freitas. Relembrem a partida da final da Copa do Brasil entre Corinthias e Brasiliense em que ele simplesmente jogou junto com o Corinthias! Dou nota 10 para o Peninha.

  14. Dioni Pastorio

    Só tenhou ma coisa a falar. Lamentavel arrumar desculpas, ao invés de torcer fielmente para seu time. O melhor arbitro brasileiro dos ultimos 10 anos é Carlos Simon, analise critérios como posicionamento, critério, disciplina, sinalética. Lametável.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: