Advertisements

‘União dos Vitalícios’ lança site e promete se comunicar com torcedor do Corinthians

Cerca de 50 conselheiros vitalícios do Corinthians, que, faz alguns anos, haviam parado no tempo no que diz respeito à comunicação com torcedores e associados do clube, decidiram mudar de postura.

Se antes tudo o que diziam – salvo pontuais e conhecidas exceções – era ouvido por poucos em reuniões do clube ou quando alguns deles, quase sempre em períodos eleitorais, eram procurados pela imprensa, agora novos canais foram criados.

O grupo, nomeado ‘União dos Vitalícios’, apresenta-se como independente.

Na sua composição, apesar de maioria oposicionista, existem membros que dialogam bem com os atuais gestores.

A ideia inicial, politicamente falando, é deliberar assuntos do Corinthians, decidir o caminho a seguir pelo desejo da maioria e, após isso, votar ou enviar o parecer sobre casos específicos, sempre em bloco.

Se funcionará, o tempo dirá.

Voltando à comunicação, foi contratado o jornalista Luciano Junior, ex-Band, para assessorá-los.

Os primeiros materiais disponíveis, ainda em fase de construção de identidade, são um site, registrado no endereço http://uniaodosvitalicios.com.br e um programa no YouTube, que receberá convidados.

No portal, são anunciados, inicialmente, três podcasts (ainda não publicados):

  • Reflexões Corinthianas, com Roque Citadini;
  • Bastidores do Timão, com Fran Papaiordanou
  • Corinthians Transparente, com José Carlos Blat

O primeiro programa no YouTube trouxe José Luiz Datena para debater com Fran Papaiordanou, Mirian Athiê, José Carlos Blat, com apresentação de Luciano Junior.

Trata-se de uma iniciativa interessante, mas também relevadora, que somente funcionará se o discurso for coerente e, quando colocado em prática, objetive o bem do Corinthians, não de determinados grupos ou interesses.

Aos conselheiros vitalícios, tratados por muitos, até pelo período em que não priorizaram a comunicação externa, como retrógrados, e, frequentemente, criticados pelo fato de não submeterem-se as eleições (amparados, a bem da verdade, pelo Estatuto alvinegro), caberá desfazer essa imagem ou até confirmá-la, na medida de que o comportamento público será agora avaliado pelos que nunca tiveram acesso às suas manifestações.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: