Advertisements

Choro de Luciano pode ser bem mais dolorido do que se imagina

luciano chorando

Recente reportagem do UOL deu conta de que o jogador Luciano havia sido enganado por seu ex-empresário, preso recentemente pela Interpol (estava entre os 10 mais procurados do Brasil), que teria utilizado seu nome, sem consentimento, para tomar emprestado R$ 1 milhão.

A matéria diz também que seu novo agente, Nilson, da ART SPORTS, estaria orientando o atleta em procedimentos jurídicos para resolver a questão.

Há inverdades e omissões em todas as informações.

Em primeiro lugar, Luciano possuía dois agentes, e não apenas o citado, que tinha como sócio um traficante internacional, preso após enviar 40 TONELADAS de cocaína ao exterior, pelo Porto de Santos.

Frequentava a residência de ambos (inclusive as festividades pouco religiosas), e, convenhamos dificilmente, tanto desconheceria suas atividades como deixaria que fizessem com seu nome o que não estivesse previamente combinado.

Tudo indica que a revolta para a imprensa se deu como defesa prévia não apenas pela dívida (que por razões óbvias sobrará para o jogador), mas pelos desdobramentos policiais que seu envolvimento (em apuração) poderá lhe ocasionar.

Há quem diga, por exemplo (a polícia está investigando), que após a prisão de “padrinho” (traficante), Luciano, de alguma maneira, teria ajudado-o a não perder alguns negócios.

A questão é saber quais, se lícitos ou não.

Por fim, a tal ART SPORTS, e o tal Nilson, ambos tratam-se apenas de prepostos do verdadeiro investidor, que adquiriu os direitos de Luciano em negociação com os citados criminosos: o velho conhecido do Parque São Jorge, Fernando Garcia, que está, por sinal, prestes a se enrolar ainda mais em inquérito do MPF, em transação de jogador no Nordeste, e no MP-SP, pelo esquema de utilização do SEV-Hortolândia como “fachada” para negócios do futebol, revelado pelo Blog do Paulinho, e, na última semana, retomado em matérias da ótima Camila Mattoso, da FOLHA.

Estas razões, gravíssimas, nos levam a crer que o choro sentido de Luciano, após marcar o primeiro gol do Corinthians contra o Santa Cruz, na noite de ontem, movimentou sentimentos que estão além do período de seca na artilharia, mas trata-se de uma união de problemas de resolução mais difícil do que rolar a bola para dentro das redes.

canuto 20 - luciano corinthians 13-02-14

Luciano e o traficante “Padrinho” no CT do Corinthians

Wesley (Marcos), preso pela INTERPOL, e Padrinho no CT do Corinthians

Wesley (Marcos), preso pela INTERPOL, e Padrinho no CT do Corinthians

Luciano assina contrato no Corinthians ao lado do traficante Padrinho

Luciano assina contrato no Corinthians ao lado do traficante Padrinho

Luciano na casa de Padrinho

Luciano na casa de Padrinho

Advertisements

Facebook Comments

2 Responses to “Choro de Luciano pode ser bem mais dolorido do que se imagina”

  1. Choro de Luciano pode ser bem mais dolorido do que se imagina — Blog do Paulinho | My Blog Says:

    […] via Choro de Luciano pode ser bem mais dolorido do que se imagina — Blog do Paulinho […]

  2. Divanio (@DCLS45) Says:

    É o que dá ser um Zé Ruela, sem estudo. Pois se tivesse estudado , seria um pouco mais inteligente e não entregaria a carreira para ser agenciada por pessoas desta qualidade.

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: