Advertisements
Anúncios

A América é novamente do Chile, para desespero de um gênio do futebol

messi eua

Após empatar no tempo normal e na prorrogação com a Argentina, o Chile comportou-se melhor nas penalidades e venceu mais uma Copa América, a segunda em dois anos, desta vez nos Estados Unidos.

O gênio, Lionel Messi, segue sem vencer um torneio importante por sua seleção, desta vez com ares dramáticos, perdendo uma das cobranças de pênaltis da decisão.

De fato o futebol nem sempre é justo.

Na primeira etapa, os argentinos dominaram as ações ofensivas, apesar de criarem poucas chances, uma delas, inacreditavelmente perdida por Higuaim.

Messi tentava sozinho vencer o ótimo conjunto chileno e a ineficiência da grande maioria de seus companheiros.

Mas nada conseguia ser pior do que a atuação do árbitro brasileiro Heber Roberto Lopes, que expulsou um jogador de cada lado, em claro exagero, e ainda amarelou o gênio por simulação que não cometeu.

O segundo tempo foi mais truncado, com ambas as equipes temerosas, que pareciam esperar para decidir o jogo na prorrogação.

Veio o tempo extra, mas o equilíbrio permaneceu, levando a final para as penalidades.

Vidal bateu mal, e Romero defendeu, para alegria dos argentinos.

Inacreditável ! Messi bateu por cima ! Zero a zero.

Castllo, forte, no alto, um a zero.

Mascherano, pancada no meio, um a um.

Aranguiz, pancada, canto esquerdo, dois a um Chile.

Aguero empatou, com categoria, dois a dois.

Beaucejour, três a dois.

Biglia perdeu e a Argentina se desespera.

Silva marcou o quarto e garantiu mais uma Copa América para o Chile.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: