Advertisements

Empresário é acusado de fraudar exames de COVID-19 dos jogadores do Mesquita/RJ

Josias da Silva Inocêncio

Josias da Silva Inocêncio, dono da ‘Agência Desportiva Passe Certo’, está sendo acusado de fraudar exames de COVID-19 de jogadores do Mesquita/RJ, histórico clube que disputa a Série B2 do Campeonato Carioca.

A empresa, no período dos exames, era gestora do futebol da agremiação.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Defraudações do Rio de Janeiro e foi denunciado pelo próprio presidente do Mesquita, que desconfiou da documentação.

Exames de um atleta e de membro da comissão técnica, supostamente realizados na ‘Laborafe’, em 07 de janeiro, tinham a mesma numeração e eram assinados pela Coordenadora do Laboratório, Rosângela Damasceno, que estava morta desde 26 de dezembro, doze dias antes, vítima de câncer no fígado.

Inocêncio, sumido desde que as investigações foram iniciadas, se confirmada a fraude, colocou em risco não apenas os jogadores e comissão técnica, mas, em efeito dominó, milhares de pessoas que podem ter se infectado com o convívio em meio aos testados, seus parentes e amigos.

Triste constatação de que o ser-humano pode ser ainda pior do que a pandemia.

O COVID-19 mata pelo instinto de sobrevivência, não, como parece ser o caso, por maldade.

Exames com suspeita de fraude têm o mesmo número de pedido e a assinatura da coordenadora que faleceu — Foto: Reprodução

Imagens: Globo Esporte

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: