Chico Robinho

Bahia.Ba

Da FOLHA

Por JUCA KFOURI

“Esses caras não vão me afetar não, porque Deus tá no controle de tudo”, disse Robinho, como disse “infelizmente existe esse movimento feminista”, ou, ainda ver hipocrisia porque “entre homem e mulher existe sexo oral”.

Para culminar prometeu “um gol para o presidente Bolsonaro, tão perseguido como ele”, não sem antes garantir que provará sua inocência.

Pobre Bolsonaro, pobre Deus.

Já não basta ligarem o 01, o 02, o 03, a primeira-dama e o Queiroz a ele ou ligarem também um vice-líder do governo, sobre quem disse ter “quase uma união estável”, agora vem Robinho pedalar para cima dele e com tema como o hediondo estupro, que até já o levou a ser condenado.

“Acreditando na verdade, estou confiante na justiça, e digo que, logo tudo será esclarecido e provarei que nada tenho haver com qualquer ato ilícito de qualquer natureza. Acredito nas diretrizes que o grande líder e presidente do Brasil, Jair Messias Bolsonaro usa para gerir a nossa nação. Deus não dorme”, declarou, em nota, o senador Chico Rodrigues (DEM-RR), o que entrou para os anais do folclore da corrupção nacional.

Veja como todos são inocentes, como Deus e Bolsonaro estão presentes nas vidas de cidadãos exemplares e que não devem levantar suspeitas só porque carregam ou descarregam seus valores nas cuecas.

O senador não precisa de assessores, talvez apenas de suspensórios.

E Robinho cada vez que abre a boca mais se complica ao se esquecer que a questão em jogo não é o sexo oral, mas o não consentido.

Um dos azares do inacreditável Bolsonaro é ser apoiado por esse tipo de gente.

A maior sorte de Deus é não existir.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.