A ética do São Paulo

O Balanço financeiro do São Paulo, referente ao ano de 2019, apontou déficit de R$ 156 milhões, com R$ 554 milhões em despesas e faturamento de apenas R$ 398 milhões.

É ilegal que a diferença entre recebimentos e gastos seja superior a 5%.

No caso do São Paulo, foi de 39%.

Apesar disso, a Comissão de Ética do clube decidiu que não havia a quem culpar sobre a má-gestão, alegando que as pendências se deram por conta do péssimo momento do futebol.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.