Credora tenta citar treinador do Corinthians há quase um ano para cobrar calote em aluguel

Coelho e Mauro ‘Van Basten’

A senhora Elisabete Aparecida Rodrigues Santos alugou, no dia 24 de maio de 2017, apartamento em Guarulhos para Dyego Coelho, treinador do Corinthians.

R$ 2.315,62 mensais.

O contrato era de 30 meses, mas Coelho, sete meses depois, devolveu as chaves sem pagar os valores devidos.

Após diversas tentativas de cobrança, se fez necessária a interposição de ação judicial, em 07 de maio de 2018.

A dívida, somados atrasos, multas, etc, era de R$ 9.413,90.

Descontado o depósito caução, caiu para R$ 3.550,34.

Coelho foi condenado, à revelia, em 25 de setembro de 2019.

Terá que pagar o valor, corrigido, acrescido de 10% relativo a custas processuais.

Porém, desde então, a Justiça não consegue citá-lo, muito provavelmente com ajuda do Corinthians para ocultá-lo.

Facebook Comments
Advertisements

One Reply to “Credora tenta citar treinador do Corinthians há quase um ano para cobrar calote em aluguel”

  1. Piada a “justiça” desse país; um dos judiciarios mais caros do mundo e não conseguem achar uma figura pública…….

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.