Advertisements

Mario Gobbi, Roberto Andrade, Fernando Garcia e o ‘Jabá’ de uma venda à Rússia

Andres Sanches, Roberto “da Nova” Andrade e Mario Gobbi

Leonardo Rodrigues Lima, o Léo Jaba (22 anos), iniciou sua carreira, desde garoto, nas categorias de base do Corinthians, que detinha 100% dos direitos econômicos e federativos do jogador.

No dia 10 de setembro de 2014, aos 16 anos, o atacante assinou seu primeiro contrato profissional com o alvinegro, com salário (na CLT) de R$ 5 mil mensais.

Nesta mesma data, o então presidente Mario Gobbi cedeu 25% dos direitos econômicos de Jabá, sendo 20% para o pai, Silvan Gonçalves Lima, e 5% ao agente Nick Arcuri, ligado ao iraniano Kia Joorabchian.

Não é raro no mercado da bola que progenitores de jogadores sirvam de meros prepostos para dissimular a real propriedade dos direitos de alguns atletas.

Menos de um ano depois, Arcuri assinou contrato diretamente com Léo Jabá, assegurando-se, além de proprietário de parte de seus direitos (repassado pelo Timão), na condição de agente exclusivo para futuras transações, com direito a receber 10% sobre as operações.

No dia 17 de julho de 2017, o Corinthians vendeu Léo Jabá ao Akhmat, da Rússia, por 2 milhões de Euros.

Onze dias antes, porém, Roberto de Andrade fez o clube assinar ‘parceria’ na negociação com a Elenko Sports, de propriedade do agente Fernando Garcia, irmão de Paulo Garcia, dono da Kalunga, comprometendo-se a pagar-lhe 100 mil Euros, ou seja, 5% de comissão sobre um negócio em que sequer participou.

A equipe russa quitou os 2 milhões de Euros ao Corinthians em duas parcelas, que foram transacionadas em câmbio pelo Bradesco, ambas avalizadas pelo presidente e seu diretor financeiro Emerson Piovesan.

1,21 milhão de Euros, transformado em R$ 4.370.520,00, entrou na conta alvinegra no dia 25/07/2017 e o restante, 790 mil Euros, convertidos em R$ 2.869.280,00, em 09/10/2017.

De maneira raramente tão rápida, porque, em regra, os agentes precisam ingressar na Justiça para receberem pagamentos do Corinthians, Roberto Andrade e Piovesan autorizaram o Bradesco, no dia 30 de outubro de 2017, a creditar R$ 338.986,20 na conta da Elenko, de Fernando Garcia.

O outro intermediário, por exemplo, recebeu apenas dois anos depois, em acordo firmado já na gestão Andres Sanches, em outubro de 2019

No TMS da FIFA, documento oficial da transação entre Corinthians e Akhmat, em que, oficialmente, são indicados pelos clubes os intermediários do negócio, o único nome constante, com 5% (embora ele tivesse mais 10% garantido no acordo), é o de Nick Arcuri.

Ou seja, o negócio entre o clube e Garcia foi realizado, de fato, na absoluta obscuridade.

Levando-se em consideração toda a documentação exposta, dos R$ 7.239.800,00 que o Corinthians recebeu pela venda de Léo Jabá ocorreram os seguintes descontos:

  • 20% de direitos econômicos ao pai do jogador: R$ 1.447.960,00
  • 5% de direitos econômicos a Nick Arcuri: R$ 361.990,00
  • 10% de comissão a Nick Arcuri: R$ 723.980,00
  • R$ 338.986,20 a Fernando Garcia

Total de descontos: R$ 2.872.916,20.

Para o Corinthians sobrou, então, R$ 4.366.883,80.

Diante de tanta facilitação, principalmente ao agente Fernando Garcia, seria surpreendente se um ou dois cartolas saíssem desse rolo sem dinheiro no bolso.


Primeiro contrato profissional de Léo Jaba com o Corinthians, assinado por Mario Gobbi, cedendo 25% dos direitos do jogador a terceiros:


Contrato em que Nick Arcuri torna-se procurador exclusivo de Léo Jaba, assegurando mais 10% de comissão:


Contrato, assinado por Roberto de Andrade, assegurando comissionamento a Fernando Garcia, dias antes da negociação de Léo Jaba


Comprovante das operações de cambio do Corinthians sobre os 2 milhões de Euros recebidos, em duas parcelas, pela transação de Léo Jabá:


Autorização de pagamento a Fernando Garcia, assinada por Roberto de Andrade e Emerson Piovesan, com a cópia do TED confirmando a efetivação da transferência bancária:


TMS da FIFA comprovando que Nick Arcuri seria o único intermediário envolvido na transação de Léo Jabá à Russia:

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: