Advertisements

O que mais se despreza

De O GLOBO

Por ZUENIR VENTURA

Coube a Bolsonaro endossar como verdadeiros os dois títulos falsos

O constrangimento maior nessa história do currículo de Carlos Decotelli, que deixou o governo ontem antes de tomar posse, acabou ficando por conta de Bolsonaro porque, ao fazer o anúncio oficial do novo ministro, coube a ele a primazia de endossar como verdadeiros os dois títulos falsos de Decotelli, que não era nem “doutor pela Universidade de Rosário, na Argentina”, e, portanto, nem “pós-doutor pela Universidade de Wüppertal, na Alemanha”. O plágio foi descoberto depois.

A mentira, como se sabe, tem pernas curtas. No dia seguinte, o reitor argentino Franco Bartolacci foi o primeiro a desmentir as inconsistências do currículo: “A tese dele foi avaliada negativamente. Ele não concluiu o doutorado”.

Esta semana foi a vez de a universidade alemã informar ao GLOBO que não concedeu qualquer título a Decotelli, muito menos o de pós-doutor. O que ele fez, segundo o desmentido, foi realizar uma pesquisa de três meses naquela universidade. O que Bolsonaro precisa explicar é como ele, que se orgulha de ter “um sistema de informação particular que funciona”, como já declarou, não conseguiu realizar a simples operação de checar currículos.

Esse ministério parece carregar uma maldição. Depois de dois meses e meio de gestão, acreditava-se que não podia haver solução pior do que Ricardo Vélez. Podia. O incrível Abraham Weintraub e seu inacreditável festival de besteiras, como a crença de que a Terra é plana, sem falar no imprecionante atentado ao idioma, nos fizeram sentir saudades do seu antecessor. E olha que Vélez colecionou uma série de polêmicas, como as declarações de que “o brasileiro viajando é um canibal: rouba coisas dos hotéis, rouba o assento salva-vidas do avião” (depois, ele alegou que as declarações foram tiradas do contexto).

Decididamente, há uma disputa para ver o que é mais desprezado pelo governo Bolsonaro — se a saúde ou a educação.

Como fui esquecer a cultura e o meio ambiente!

Facebook Comments
Advertisements

Um comentário sobre “O que mais se despreza

  1. Renato oliveira

    Os países que são potências mundiais ou que tem bom padrão de investe em educação e conhecimento. Aqui nesta republique o presidente é burro e todo mundo acha que tem que ser burro. Por isso surgiram milicianos e os jovens da favela vivem morrendo na mão da polícia. O Brasil é um caos porque se apoia em corrupção e ignorância. Igual esse ministro aí.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: