Advertisements

CBF precisa punir árbitro de Cruzeiro e Vasco

Durante a partida entre Cruzeiro e Vasco da Gama, pelo Campeonato Brasileiro, imbecis que se dizem torcedores entoaram gritos homofóbicos no estádio.

A lei, desde semanas atrás, manda punir o clube pelo comportamento de seus adeptos.

Desde multa até perda de pontos podem ser aplicados.

O árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza deveria ter relatado o episódio em súmula, mas medrou.

Existe a possibilidade do STJD, mesmo sem o documento, punir a agremiação, mas somente a CBF pode repreender a arbitragem, neste caso.

Seria correto se o fizesse, dando exemplo a outros mais para que não se omitam.

Resta saber: será que Marcelo Henrique não recebeu recomendação – como, por vezes costuma ocorrer – para fechar os olhos (no caso, os ouvidos) para determinados acontecimentos ?

O comportamento da Casa Bandida neste caso revelará a verdade.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: