Advertisements

Os estranhos negócios do Flamengo com Kia Joorabchian

Desde algum tempo, a diretoria do futebol do Flamengo, sob as ordens do complicado Marcos Braz, avalizado pelo não menos suspeito Rodolfo Landim, presidente do clube, decidiu aventurar-se pelas negociações realizadas no exterior.

Em todos os casos, as comissões foram pagas a Kia Joorabchian, diretamente ou através de prepostos notórios, como o agente Giuliano Bertolucci.

O treinador português Jorge Jesus foi contratado nesse sistema, antes mesmo da demissão de Abel Braga ser efetivada.

Agora, o caso se repete na negociação com Balotelli.

Com agravante: o agente do jogador é outro e, em tese, deveria negociar com os cartolas rubronegros, mas, de maneira estranha, Joorabchian foi ‘chamado’ para fechar o acordo, mesmo sem ter sentado uma vez sequer na mesa de reuniões.

Quem é do mundo do futebol ou acompanha os bastidores da bola sabe bem o que isso pode significar, ainda mais levando-se em consideração o histórico dos flamenguistas em torno do caso, desde Marcos Braz e Landim até o advogado Marcos Motta, além da fama do iraniano de ser bem generoso, em todos os sentidos, com dirigentes que o acolhem.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: