Advertisements

PF tem em mãos relatório que indica investimentos milionários de Andres Sanches em casas noturnas

A Polícia Federal tem em mãos relatório que indica investimentos milionários do presidente do Corinthians, Andres Sanches, nas mais badaladas casas noturnas de São Paulo.

Todos os empreendimentos, quando não em nome do filho, Lucas Sanches, estão no de terceiros, a ele co-ligados.

Alguns procedimentos assemelham-se aos investigados “golpes de arara”, protagonizados pelo mandatário alvinegro em empresas do ramo de embalagens, ocorridos desde os anos 90, pelos quais ainda responde, criminalmente, nos dias atuais.

Segundo informações, dentre as baladas (algumas fechadas, substituídas por outras, após estranhas falências) com propriedade oculta atribuída, integralmente ou em parte, a Andres Sanches estariam:

  • Villa Mix (São Paulo);
  • Villa Mix (Goiás);
  • Villa Mix (Brasília);
  • Santa Aldeia;
  • Villágio JK (espaço que entrou no lugar do Santa Aldeia);
  • Bar Passatempo;
  • Cortez;
  • Zé Bonito;
  • Paris 6
  • Bar Salinas
  • Eleven (que entrou no lugar do Bar Salinas)
  • Fabricca Ilegalle
  • Monkey Burger

As empresas utilizadas pelo filho do presidente do Corinthians para formalizar boa parte destes negócios são:

  • Espaço Funchal Eventos Ltda
  • Entereventos Promoções & Eventos Ltda

Oficialmente, as casas mais afamadas, os três Villa Mix, admitidos pelo próprio Andres Sanches, em entrevista, como de sua propriedade, são tocados pela Entereventos, em nome de Alfred Lengyel e José da Cruz Lopes Neto.

Os dois empresários surgem também no contrato social da Espaço Funchal (sediada no mesmo local que o Santa Aldeia, agora Villágio JK), constituída em maio de 2016, mas depois, em setembro de 2018, retiram-se da sociedade, na mesma data em que o nome de Lucas Sanchez é incorporado, oficialmente, como sócio.

Em contrassenso, Lengyel e José da Cruz, de maneira estranha, são citados respectivamente, como administradores da F7 Participações e Malta Participações, adicionadas no negócio no mesmo dia de suas renúncias.

A “Malta” possui toda a aparência de empresa suspeita.

Constituída em 2004, sob o nome de “J SA Sacaria Ltda”, localizada à Rua Bresser nº 1402, teve o nome e razão social, além do objeto de atuação, alterado em setembro de 2015, com um conselheiro da Portuguesa, Orlando Carlos Fernando Pires, amigo de Andres Sanches, mantido como proprietário, tendo, porém, José da Cruz, sócio de Lucas Sanchez assinado, desde então, como representante na “Espaço Funchal”.

É incompatível com o porte da empresa, que registra capital social de R$ 20 mil, a incorporação como sócia de negócio absolutamente milionário.

Noutro negócio interessante, Lucas Sanchez (em nome do pai, Andres) teve como sócio Ronaldo Fenômeno: o “Projeto Ginga”, festa temática, coincidentemente sediada no falecido “Santa Aldeia”, durante a realização da Copa das Confederações, no Brasil, em 2013.

Desnecessário detalhar a ligação do presidente do Corinthians e do ex-jogador, que é pública e notória.


PROPAGANDA VILLAGIO JK, NOVO EMPREENDIMENTO DE ANDRES SANCHES, EM NOME DO FILHO LUCAS, NO MESMO ENDEREÇO DO “SANTA ALDEIA”:


Se para Andres Sanches não será nada fácil comprovar a origem de seus recursos no momento (que está próximo) de ser chamado a fazê-lo, o que dirá o filho, que, meteoricamente (na versão oficial), desde os 18 anos, saiu da condição de estudante desempregado para a de mega-empresário, milionário, da noite paulistana ?

Advertisements

Facebook Comments

1 comentário em “PF tem em mãos relatório que indica investimentos milionários de Andres Sanches em casas noturnas”

  1. Puxa que grande empreendedor do entretenimento heim? ……..Igrejas, Bar/Balada ou Posto de Gasolina onde rola mais lavagem de Dindin no Brasil eis a questão?

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: