Advertisements

Pura várzea: até PM no banco do Corinthians na Libertadores

      CORONEL DUTRA (DIR.)

O presidente do Corinthians, delegado Mario Gobbi, com o destempero habitual, botou a boca no trombone ao final da partida de ida contra o Emelec, no Equador, no que tratou como uma verdadeira “várzea” a organização do evento.

Incomodado com a concorrência, decidiu mostrar como se se faz.

Razão pela qual encontrava-se no banco de reservas alvinegro, na última quarta-feira, o chefe de segurança do Corinthians, Coronel Dutra, num de seus bicos fora da PM.

Com claras limitações intelectuais, certamente não estava lá para auxiliar o treinador, os médicos, massagistas, muito menos preparadores físicos.

Portanto, conseguiu o presidente corinthiano superar o estado varzeano dos equatorianos, transformando o local de trabalho dos jogadores alvinegros numa arquibancada de luxo para desocupados.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: