Advertisements
Anúncios

Caboclo esperto esse da CBF…

Rogério Caboclo

Num trocadilho com o sobrenome do novo presidente da CBF, de cara, logo no dia de sua posse na Casa Bandida, já deu para notar que “o caboclo é esperto”, no pior sentido da colocação, como costuma dizer a sábia inteligência popular ao rotular alguns de seus desconfiáveis.

Rogério Caboclo, entre algumas decisões, fingiu trocar o comando da arbitragem, mas nela manteve o incompetente Coronel Marinho, disfarçando a presença deste no cargo de “Comandante do Centro de Formação de Arbitragem”, colocando para exercer a Presidência da Comissão um de seus mais notórios subalternos, Leonardo Gaciba, que abriu mão do emprego na Rede Globo para aceitar o desafio, porque, evidentemente, devem existir vantagens em fazê-lo.

Muitos rabos este policial militar deve ter sob o coturno, afiançadores de seus cargos intermináveis, sejam quais forem os presidentes eleitos, apesar destes, de fato, serem todos do mesmo grupo.

Outro anuncio interessante, disfarçado de “grande avanço”, foi a promessa da construção de um novo CT, com 100 mil metros quadrados, na Barra da Tijuca/RJ, local dos terrenos mais caros do país.

A obra deve gerar muito lucro para quem dela usufruir de pagamento.

Submisso a Marco Polo Del Nero, mantendo na diretoria muitos de seus recebedores de benesses, o “caboclo esperto” da CBF declarou:

“Vamos aumentar os controles de governança, risco e conformidade. Aplicaremos com toda energia o nosso código de ética. Não vou tolerar prática duvidosa ou desvio de conduta. Nosso objetivo é aumentar a transparência, seguindo regras de gestão”

A imprensa presente ao local, escolhida a dedo, não questionou.

Fora desse convívio, outros jornalistas, os de sempre, estarão atentos, calejados em acompanhar as espertezas de “caboclos” até mais tarimbados do que o novo chefe do futebol nacional.


EM TEMPO: convidados a participar da posse de Caboclo, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, da Câmara, Rodrigo Maia, do Senado, Davi Alcolumbre, a Procuradora Raquel Dodge, o presidente do STF, Dias Toffoli e o Chefe de gabinete do Governo, General Heleno, recusaram. Sinal de que existem “caboclos” mais espertos do que o presidente da CBF neste país. Veremos o que ocorrerá quando, e se, o futebol apresentar bons resultados no futuro.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: