Advertisements
Anúncios

A Ponte Preta é vice-campeã mais uma vez

Não foi desta vez que a Ponte Preta conseguiu, em seus 113 anos de história, gritar campeã pela primeira vez.

A derrota para o Lanus, por dois a zero, acabou com o sonho dos quatro mil torcedores que invadiram a Argentina, e doutros tantos que ficaram torcendo em todo o Brasil.

Sobrou a tristeza pelo rebaixamento no Brasileirão e a decepção por mais um ano sem conquista de título.

A Macaca começou até bem a decisão, trocando bola no ataque, e marcando bem a equipe adversária.

Logo aos 2 minutos, Felipe Bastos bateu falta com perigo à direita do gol.

Porém, em bobeada da defesa, Ayala arrancou com a bola do meio campo, abriu na direita para Blanco que lhe devolveu, no pé, dentro da área, para abrir o marcador.

Mesmo assim, a Ponte assimilou bem a desvantagem, e procurava, dentro de suas limitações, empatar a partida.

Mas o Lanus, empolgado, a esta altura já equilibrava mais as ações.

Quase no final da primeira etapa, o treinador Jorginho, certamente não por se referir à arbitragem com frases evangélicas, foi expulso do gramado.

Um minuto depois, aos 48, um a mais do que a arbitragem havia assinalado de acréscimo, Roberto fez grande defesa em cabeçada de Santiago Silva, após batida de escanteio pela direita, mas, no rebote, Blanco não perdoou, deixando a vida da Ponte mais complicada.

No segundo tempo, sem alternativa, a Macaca adiantou totalmente a equipe, abrindo-se perigosamente para os contra-ataques.

Porém, sem qualidade, levou perigo apenas aos 20 minutos, numa batida de Ferrugem, pela direita, que, na verdade, tentava o cruzamento.

Seis minutos depois, Roberto defendeu bem cabeçada de Blanco.

Aos poucos, o tempo ia passando, a Macaca permanecia no campo ofensivo, porém sem ocasionar maiores sustos ao adversário.

Em rápido contra-golpe, aos 37 minutos, Gonzales quase ampliou para o Lanus, obrigando Roberto a fazer grande intervenção.

No final, a derrota, apesar de doída, deixou claro que uma equipe tão limitada – a pior Ponte Preta que já disputou algum título – se vencesse o campeonato apenas mascararia, apesar da felicidade do torcedor, a incompetência da atual gestão de um clube que merece ser tratado com mais respeito.

*Com o resultado, a classificação do Botafogo/RJ à Libertadores 2014 foi confirmada.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: