Advertisements
Anúncios

Corinthians é acusado de amolecer jogo no Sub-17 para favorecer grupo de empresários de jogadores

Juninho Paulista

O ex-jogador da Seleção Brasileira, Juninho Paulista, gestor do Ituano, revoltou-se após o Corinthians, supostamente, ter entregado partida decisiva do Campeonato Paulista Sub-17, favorecendo a equipe do Amparo, que é gerenciada por grupo de empresários, entre os quais Edson Luis de Souza, que, desde o início do ano, através de agentes ligados à gestão alvinegra, tem realizado negócios com o clube.

Edson Luis de Souza

Para classificar-se à fase decisiva do torneio, a equipe de Itu precisava venceu seu compromisso – o que ocorreu, e torcer para o Timão vencer, no Parque São Jorge, aos garotos do Amparo.

Pelo retrospecto, em que o Corinthians, excetuando-se jogos com equipes grandes, não perde para pequenos na Fazendinha, resultado absolutamente provável.

Não foi o que aconteceu.

O Corinthians, estranhamente, entrou com equipe reserva dos reservas, com jogadores que não atuaram uma partida sequer no campeonato, efetuou seis alterações, teve um jogador expulso em lance desconfiável e, nos minutos finais do embate, quando o Amparo vencia por um a zero, outro atleta caído, fora de campo, por cinco minutos, alegando câimbras, deixando o alvinegro com nove atletas no gramado.

Juninho, em nota, desabafou:

“(…) repudio o que aconteceu hoje no Parque São Jorge no jogo de sub 17 entre Corinthians e Amparo. O time da capital já classificado entrou em campo com uma equipe reserva. Apenas um titular que tem jogado esteve em campo”

“Se não bastasse, o time demonstrou total falta de interesse no jogo”

“Após o intervalo, foram feitas duas alterações. Depois mais três alterações. Ainda teve um atleta expulso. Um zagueiro fez falta dura e recebeu segundo amarelo. Na base são permitidas 6 alterações. Por isso foi feita outra alteração. Perto do final, um atleta caiu com câimbras. Ficou do lado de fora por 5 minutos e o Corinthians seguiu jogando com 9 atletas. Resultado, o Amparo venceu e conseguiu a outra vaga do grupo”

““O Ituano foi eliminado sim (…)  Mas em nenhum momento deixou de jogar. De buscar a vitória como deve ser o futebol. Como deve ser na prática do esporte. Erro maior e grave é quando se deixa de lado a busca pela vitória em troca de uma classificação. Principalmente nas categorias de base. Que lição estes jovens destas 4 equipes vão carregar para o futuro?”

Material distribuído pelo Corinthians à imprensa, antes da partida, indicava a escalação dos titulares, sugerindo ingerência da direção sobre a comissão técnica, além de texto indicando, sem verdade, o Ituano como eliminado – não estava, até então – do paulistinha sub-17.

A manobra, vergonhosa para a história do Corinthians, geradora de forte desabafo de Juninho, conhecido pela retidão na carreira, precisa ser melhor explicada pelos coordenadores da base alvinegra, o ex-goleiro Yamada, ligado à agencia de jogadores Think Ball, parceira notória de Andres Sanches, e o suspeito “comerciante” Nei Nujud, além do bicheiro Jaça, que é o verdadeiro dono da “pule” do futebol amador no Parque São Jorge.


NOTA OFICIAL DE JUNINHO PAULISTA

No Dia das Crianças, o futebol paulista apresenta um ensinamento errado na categoria sub 17

“A responsabilidade dos clubes na formação dos atletas nas categorias de base é muito grande. É dever e compromisso dos diretores e comissões técnicas ensinar os conceitos de respeito, honestidade, lealdade, amizade e cordialidade na prática do futebol. O esporte é pródigo nestes ensinamentos que moldam o caráter destas crianças quando se tornam adultos. A amizade no esporte é duradoura. Diria que eterna. Muito do meu caráter foi formado no futebol desde a categoria de base”.

“Por isso eu repudio o que aconteceu hoje no Parque São Jorge no jogo de sub 17 entre Corinthians e Amparo. O time da capital já classificado entrou em campo com uma equipe reserva. Apenas um titular que tem jogado esteve em campo. Se não bastasse, o time demonstrou total falta de interesse no jogo. Após o intervalo, foram feitas duas alterações. Depois mais três alterações. Ainda teve um atleta expulso. Um zagueiro fez falta dura e recebeu segundo amarelo. Na base são permitidas 6 alterações. Por isso foi feita outra alteração. Perto do final, um atleta caiu com câimbras. Ficou do lado de fora por 5 minutos e o Corinthians seguiu jogando com 9 atletas. Resultado, o Amparo venceu e conseguiu a outra vaga do grupo”.

“O Ituano foi eliminado sim. Mas não só pelo “resultado” de hoje. Mas porque empatou em casa com o Amparo e com o próprio Corinthians. Ficou fora porque não venceu o Barbarense em Santa Bárbara. Ficou fora também pelos próprios erros. Mas em nenhum momento deixou de jogar. De buscar a vitória como deve ser o futebol. Como deve ser na prática do esporte. Erro maior e grave é quando se deixa de lado a busca pela vitória em troca de uma classificação. Principalmente nas categorias de base. Que lição estes jovens destas 4 equipes vão carregar para o futuro? “

Juninho Paulista
Gestor do ITUANO FC

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: