Advertisements
Anúncios

Corinthians abriu mão de R$ 77,4 milhões para facilitar venda de Rodriguinho

Andres Sanches e Duílio “do Bingo” Monteiro alves

No último sábado (21), o Corinthians acertou a venda do jogador Rodriguinho para o inexpressivo Pyramids, do Egito, por US$ 6 milhões (R$ 22,6 milhões).

Desta quantia, pouco mais de R$ 7 milhões devem entrar no caixa alvinegro, com o restante fatiado entre diversos sócios da operação.

Para entender melhor todos os negócios envolvendo Rodriguinho, desde sua entrada até a saída do Timão basta clicar no link a seguir:

Os detalhes das transações de Rodriguinho, desde a chegada até a saída do Corinthians

Recentemente, o jogador havia renovado contrato com o Corinthians, com substancial acréscimo de multa rescisória:

  • R$ 40 milhões para negociações no Brasil;
  • R$ 100 milhões em transações internacionais

Ou seja, bastaria os dirigentes alvinegros cumprirem as clausulas do documento para evitar a saída do atleta ou, pelo menos, receber dinheiro suficiente para reposição à altura.

Dois foram os motivos que levaram Andres Sanches à flexibilização do negócio (em desfavor do Timão):

  • os comissionamentos e a pressão dos que queriam dividir a grana do negócio (entre os quais o próprio deputado);
  • a possibilidade, por conta de R$ 3 milhões em salários atrasados (fruto da incompetência administrativa do clube), de Rodriguinho acionar a justiça e liberar-se sem que o Corinthians recebesse um tostão sequer.

Seja qual for o fator motivador mais relevante desta negociação, o Corinthians abriu mão de R$ 77,4 milhões, que, sem anuência dos dirigentes alvinegros, seriam a única maneira de tirar Rodriguinho à revelia do Parque São Jorge.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: