Advertisements

Na gestão de futebol do São Paulo somente os agentes de jogadores se deram bem

Em 2017, o São Paulo gastou R$ 354 milhões na gestão de seu departamento de futebol, números 31% superiores ao período anterior.

Comparativamente, o Corinthians, principal adversário Tricolor, torrou R$ 277,9 milhões.

Desnecessário exemplificar os resultados obtidos, esportivamente, pelos citados nos últimos anos.

A ineficiência que atingiu os cofres e a sala de troféus do Tricolor não prejudicou os agentes de jogadores beneficiados pela gestão Leco, que ampliaram seus ganhos, em pagamentos de comissão, de antes R$ 4,4 milhões para R$ 11,9 milhões (sem contar R$ 12 milhões em repasses de direitos econômicos que podem ou não dissimular esse tipo de operação).

Advertisements

Facebook Comments

One Response to “Na gestão de futebol do São Paulo somente os agentes de jogadores se deram bem”

  1. mabraganca Says:

    Muito pior que isso são as negociações bem estranhas que prejudicam o clube.. por exemplo… Emprestaram o maicossuel de graça com o SPFC pagando 100% do salario, ou emprestaram o Jr tavares nosso melhor lateral esquerdo com o SPFC pagando 100% do salário e multa de 2,4 mi de euros… E deixaram o Edmar de titular… Qual time do mundo empresta pagando 100% do salário?

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: