Fernando Garcia, André Negão e jogadores na farra do futebol profissional do Corinthians

O futebol do Corinthians é assim: enquanto o treinador Fábio Carille e seu gerente Alessandro, ambos funcionários do clube, se matam de trabalhar – sempre sob risco de desemprego, os dirigentes, supostamente sem salário, fazem a alegria de (e com) três empresários (eventualmente dissimulados em nome de prepostos): Fernando Garcia, Carlos Leite e Giuliano Bertolucci/Kia Jorabchian.

Ontem o clube acertou a contratação de dois jogadores do Nacional, simpática equipe da Capital Paulista, que, desde o ano anterior, transformou-se em quintal da família Garcia.

São eles: Bruno Xavier (atacante) e Thiaguinho (meia).

Sem o menor constrangimento, logo após a concretização do acordo, agentes e jogadores posaram para fotografia.

À esquerda, Bruno Xavier, à direita Thiaguinho, ambos vestidos com camisas da marca “Tudo Tranquilo”, de propriedade do diretor administrativo do Corinthians, André Negão.

Evidentemente não se trata de coincidência.

Aliás, frequentemente jogadores do Timão aparecem em situações de boa exposição com roupas ligadas ao dirigente, em propaganda dissimulada que, se paga, não sairia barata.

No meio da foto, sorridente, está Fernando Garcia (o mais baixinho), que, assim como os demais agentes citados, são expostos por dirigentes à mídia como “benfeitores” alvinegros, emprestadores de dinheiro em momentos difíceis (no caso de Carlos Leite, até para comprar votos).

Em tempo: jogadores do CRB, que não se trata, propriamente, de um celeiro de craques do futebol brasileiro, estão conseguindo chegar ao Parque São Jorge. Coincidentemente, logo após a passagem do jogador André Vinicius, filho de André Negão, pelo clube.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.