Comissão Eleitoral do Corinthians promete denunciar compra de votos de Carlos Leite à Receita Federal

Fagner, Carlos Leite e Gil

Dentro do lamaçal que cercou o período eleitoral alvinegro, o episódio mais relevante de imoralidade foi o pagamento de R$ 200 mil, em cheque, do empresário de jogadores Carlos Leite ao Corinthians, com objetivo de quitar mensalidades de eleitores do deputado federal Andres Sanches (PT), seu parceiro comercial.

O escárnio foi tão grande que o clube chegou a devolver-lhe a sobra da sacanagem, com direito, inclusive, a recibo assinado.

Porém, segundo membro da Comissão Eleitoral, o assunto, apesar de não punido no Parque São Jorge, será denunciado à Receita Federal, na próxima segunda-feira:

“segunda deveremos encaminhar a Receita Federal, o que consta sobre deposito envolvendo Carlos Leite e o outro depósito”

Cerca de 600 associados teriam sido cooptados e toparam vender seus votos, porém, após a revelação do episódio, todos foram impugnados.

Abaixo, recibo de R$ 51,6 mil, do Corinthians para Carlos Leite, a título de devolução de sobra da compra de votos:

Recibo publicado, originalmente, no Blog do Perrone

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.