Advertisements
Anúncios

José Maria Marin é condenado pela Justiça Americana

O ex-presidente da CBF, José Maria Marin, acaba de ser condenado pela Justiça Americana por seis dos sete crimes pelo qual foi acusado.

Entre os quais: conspiração para organização criminosa, fraude financeira nas Copas América, Libertadores e do Brasil e lavagem de dinheiro nas Copas América e Libertadores.

Apenas no crime de lavagem de dinheiro em meio às negociações de direitos de transmissão da Copa do Brasil ocorreu absolvição.

A sentença ainda não foi divulgada, mas pode atingir, no caso de punição máxima, até 120 anos de prisão.

Os defensores do cartola, alegando que o dirigente “não representaria risco” à conclusão do caso, tentaram levá-lo à esperar a sentença em sua residência, porém a juíza Pamela Chen acatou pedido da promotoria e Marin será encarcerado, imediatamente, em prisão federal de Nova Iorque.

Mais do que Marin, a condenação atinge os métodos de gestão do futebol brasileiro e também práticas reprováveis de negociações de direitos televisivos, quase na totalidade comprados pela Rede Globo.

Espera-se agora que os órgãos de investigação brasileiros, com a vida facilitada pelos americanos, percam o medo da cartolagem, investigue-os com rigor e entreguem à Justiça Brasileira o restante da quadrilha, entre dirigentes de Confederações, Federações, Clubes e emissoras de TV.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: