Advertisements

Sobre a possibilidade de Rodrigo Caetano no Galo

Rodrigo Caetano (dir) e seus sócios Ricardo Rocha, Jailton Oliveira, Alexandre Torres

A notícia de que Alexandre Mattos estaria sendo afastado pelo Atlético/MG, adiantada em primeira mão pelo Blog do Paulinho antes da virada do ano, confirmou-se logo no início de 2021, com sua demissão.

Há quem afirme que isso somente ocorreu porque existem rumores de problemas jurídicos, que estariam cercando o executivo, próximos de estourar.

O Galo teria agido preventivamente.

A hipótese, lamentavelmente para os torcedores do clube, é mais plausível do que o desejo dos cartolas de fazer o bem para a agremiação.

Mattos pintou e bordou, com sempre fez na carreira, em contratações com objetivo de beneficiar parceiros empresários de atletas, todos com fama de generosos com seus facilitadores.

Esse deveria ser o motivo da demissão, mas não foi.

Assim como ocorreu no Cruzeiro, o Atlético/MG parece estar organizando-se para facilitar a vida de um grupo de agentes que, nessa nova gestão, enxergaram grande oportunidade de negócios.

São os mesmos de sempre, chefiados por Ricardo Guimarães, dono do BMG, parceiro do iraniano Kia Joorabchian.

Porém, agora, com promessa de maior autonomia.

Não à toa o nome dos sonhos para assumir a vaga de Mattos seja o de Rodrigo Caetano, conhecido de Kia e Carlos Leite – com quem montou um ‘sistema’ famoso no Vasco da Gama, que sequer esconde ser agente de jogadores.

O ‘executivo’, desde 2007, é dono da ‘R. Caetano Assessoria Esportiva Ltda’, constituída no município de Santo Antônio da Patrulha/RS, à Rua Sezefredo da Costa Torres nº 295, ap. 402, que, entre as atividades declaradas contém a de ‘Agenciamento de profissionais para atividades esportivas, culturais e artísticas’, que lhe permite, segundo a legislação:

“O agenciamento de profissionais para atividades culturais, esportivas e artísticas pode ser realizado por agentes liberais ou por empresas agenciadoras”

“Os seus principais clientes são os próprios esportistas (jogadores de futebol, atletas olímpicos, e demais praticantes profissionais), artistas (cantores, conjuntos musicais, atores, atrizes, escritores e modelos) e demais profissionais similares”

“Esse serviço se decompõe em: obtenção de contratos, atividades e trabalhos em eventos, festivais (cinema, música, arte), filmes, peças de teatro, espetáculos e festas (debutantes, casamentos, formaturas, aniversários); oferecimento de obras literárias, trabalhos fotográficos e roteiros para editoras e produtores”

“Estão compreendidos nesta categoria também a cessão por utilização de imagem”

Não há, no bastidores da bola, quem desconheça as atividade de Rodrigo Caetano, o que sugere, em análise inocente, a incompetência da cartolagem do Galo ao contratá-lo, ou, em visão mais realista, grande probabilidade de interesses comerciais.

  

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: