Andres Sanches defende divisão de direitos dos jogadores da base com empresários: “são ativos do clube”

Lucas Sanchez, Andres Sanches e o filho de Giuliano Bertolucci

Em entrevista na rádio Mix FM, o deputado federal Andres Sanches (PT), candidato a presidência do Corinthians, defendeu a política, iniciada em sua gestão anterior, de partilhar direitos econômicos de jogadores da base com empresários de futebol.

Sem constrangimento, citou três deles com os quais negociou: Fernando Garcia, Carlos Leite e Giuliano Bertolucci (que o MPF trata como preposto de Kia Joorabchian).

Não por acaso, todos eles, há anos citados pelo Blog do Paulinho como sócios do parlamentar em transações de atletas.

Citou também o BMG – banco do Mensalão, acusado, tempos atrás, de pagar-lhe comissionamento por intermédio de depósito na conta do olheiro Mauro Van Basten.

Disse Andres Sanches:

“O Corinthians vendeu sim, na época, 2009, 2010 e 2014 (gestões Andres Sanches, Mario Gobbi e Roberto Andrade), algumas porcentagens de alguns jogadores, mas isso era um mínimo, não era um praxe…”

“Vendeu pra empresários… não só para o (Fernando) Garcia… vendeu pro Giuliano Bertolucci, vendeu para o Carlos Leite, vendeu pro BMG… vendeu para várias pessoas, não só para o Fernando Garcia…várias pessoas compraram”

“Porque é um ativo do clube !”

Se antes Andres Sanches ao menos tentava disfarçar suas peripécias, com o passar do tempo e a aparente sensação de impunidade, nem dá bola mais para os que lhe criticam, escancarando seus malfeitos como se fossem grandes êxitos empresariais.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Esta entrada foi publicada em Sem-categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.