Antes de colocar para jogar, Palmeiras terá que cuidar da saúde de Lucas Lima

Resultado de imagem para lucas lima poker

Ontem, o Yahoo Esportes revelou que o meia Lucas Lima seria viciado em jogos de azar, passando madrugadas inteiras sentado em mesas de poker, o que explicaria, por razões óbvias, a queda de rendimento.

Trata-se de grave patologia, que, assim como outros vícios, necessita de intenso tratamento, com acompanhamento psicológico e, por vezes, até psiquiátrico.

Outro exemplo notório do esporte, também cooptado pela jogatina, é o do treinador V(W)anderlei(y) Luxemburgo, que nunca mais trabalhou em alto nível e chegou até a ser cobrado, judicialmente, por cassino de Las Vegas.

Após ser dispensado pelo Santos, Lucas Lima teria acertado-se com o Palmeiras, em pré-contrato em vias de ser assinado.

R$ 50 milhões, entre luvas e salários, por cinco anos de vínculo.

Diante de relevante investimento, para ter o jogador por inteiro, o Verdão terá, desde já, que inseri-lo em recuperação.

O viciado em jogatina, em regra, não tem limites morais, éticos e mente, compulsivamente, inclusive a si próprio, para atingir objetivos inalcançáveis, sendo levado à ruína social, profissional e financeira.

Se o Palmeiras cometer o erro do Santos, de enxergar o problema e não agir, culpando o atleta por deslizes que não consegue controlar, iniciará uma parceria manca, sem possibilidades de êxito, benéfica apenas aos agentes e dirigentes envolvidos no negócio (entre os quais os complicados Neymar pai e Wagner Ribeiro), que, até o presente momento, pouco ou nada fizeram para ajuda-lo.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Esta entrada foi publicada em Sem-categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta para Antes de colocar para jogar, Palmeiras terá que cuidar da saúde de Lucas Lima

  1. Será que foi por isso que saiu tão cedo do Internacional? Ninguém entendeu, na ocasião.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.