Pesquisa sobre dívidas dos clubes foi realizada por diretor do Corinthians

Os dados divulgados ontem pela BDO RCS, e publicados no Correio Braziliense, sobre o aumento das dívidas dos clubes, embora alarmantes, devem ser analisados com cautela.

Principalmente no que diz respeito, por exemplo, aos números do Corinthians.

Embora indique que desde o início da gestão Andres Sanches o aumento da dívida tenha sido de 75 %, a realidade é bem diferente.

E pior.

No clube fala-se em acréscimo, no mínimo, de 300%.

O que nos faz questionar, portanto, a veracidade de alguns números e os interesses por trás da “metodologia”.

Como no caso, por exemplo, do São Paulo, em que 207% de aumento é relatado, número este tido como improvável até pela oposição do clube.

Vale lembrar que o proprietário da empresa realizadora da pesquisa é o contador Raul Corrêa da Silva, diretor financeiro do Corinthians, com interesses claros em amenizar problemas em sua gestão no Parque São Jorge.

DÍVIDA CRESCENTE – Valores em R$ milhões

CLUBE

2007

2011

AUMENTO

Botafogo

213,9

563,9

163,60%

Fluminense

275,8

404,9

46,80%

Vasco não declarou

386,9

Atletico-MG

207,6

367,6

77,10%

Flamengo

271,3

355,5

31%

Palmeiras

59,1

245,3

315,10%

Santos

115,6

207,7

79,70%

Grêmio

105

198,9

89,40%

Internacional

121,1

197,4

63%

Corinthians

101,5

178,5

75,90%

São Paulo

51,6

158,5

207,20%

Portuguesa

118,3

138,3

16,90%

Cruzeiro

97,7

120,3

23,10%

Coritiba

50,2

111

121,10%

Ponte Preta

43,1

105

143,60%

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.