Advertisements

FBI aprofunda trabalho que pode colocar cartolas brasileiros na cadeia

Luis Paulo Rosenberg e Andres Sanches

No dia 18 de agosto, no âmbito da investigação contra executivos da FIFA, a Nike iniciou cooperação com o FBI, aceitando pagar multa milionária, confessando desvios de conduta, delatando ainda, todos aqueles que com ela colaboraram na prática na corrupção.

A informação, que repercutimos do dia 21, foi prestada, em primeira mão, pelo jornalista Wanderley Nogueira, da rádio Jovem Pan.

Nike começa a delatar clubes brasileiros na Justiça Americana

Em recente apuração, porém, descobrimos novos detalhes.

Todos os cartolas de clubes (Corinthians, Internacional e Flamengo), além da CBF e de executivos da Rede Globo, que negociaram com a empresa, possuem razões de sobra para perder o sono nos próximos meses.

O FBI, que além dos depoimentos possui, em mãos, farto material comprobatório, quer prendê-los o mais rapidamente possível, razão pela qual pediu colaboração às autoridades brasileiras para amarrar procedimentos.

Pelo Timão, quem negociava com a empresa eram o diretor de marketing Luis Paulo Rosenberg e o ex-presidente Andres Sanches, que, por conta desta investigação, alertado por contatos da Nike, largou todos os negócios em Miami, trouxe o filho de volta (que estava morando nos EUA), e, assim como Marco Polo Del Nero, abortará o costume, anual, de comemorar o reveillon ao lado da família Bertolucci (empresários de jogadores) em território americano.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: