Advertisements

Justiça nega recurso e sentença de absolvição a jornalistas que trataram Andres Sanches como “bandido” e “sem vergonha” é mantida

No início do ano, os jornalistas Marco Antonio Villa e Thiago Uberreich, ambos da rádio Jovem Pan, trataram o deputado federal e ex-presidente do Corinthians, Andres Sanches (PT), pelos adjetivos “bandido” e “sem vergonha”.

Inconformado, o cartola alvinegro ingressou com ação criminal contra ambos, por crime de injúria, calúnia e difamação.

A Justiça, antes mesmo da primeira audiência, absolveu de maneira sumária os réus, entendendo que os fatos que cercavam a vida de Andres justificavam os comentários proferidos na emissora.

Jornalistas da Jovem Pan que trataram Andres Sanches como “bandido” e “sem vergonha” são absolvidos

Ao deputado, humilhado, não restava alternativa senão recorrer da decisão.

Eis que a vergonha ampliou-se: o TJ-SP entendeu, por dois votos a um, que Villa e Uberreich não cometeram crime ao referir-se a Andres Sanches como “bandido” e “sem vergonha”, oficializando que tratá-los dessa maneira é aceitável e não passível de condenação.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: