Anúncios

MPF denuncia WTORRE e seu proprietário, Walter Torre, por crime que revelamos em 2009

Em 2009, o Blog do Paulinho revelou, com exclusividade, que a WTorre utilizou-se da empresa Estaleiro Rio Grande para fraudar licitação objetivando a construção do primeiro Dique Seco do Brasil.

Dissemos, também, que a falcatrua teve anuência da então desconhecida diretora da Petrobrás, Dilma Rousseff, que viria, tempos depois, a se tornar Presidente da República, e de Antonio Palocci, que, segundo investigações, trocaria propina por notas frias de assessoria.

Quando do lançamento do projeto de construção da Arena do Palmeiras, em evento realizado no Parque Antártica, reafirmamos as acusações diretamente a Walter Torre Jr., durante entrevista coletiva, que, meses antes, havia, na sede de sua empresa, tentado, sem sucesso, intimidar-nos.

Na sede do Palmeiras, Torre mentiu, dizendo-se inocente.

Em 2016, investigação da Polícia Federal, no âmbito da Operação Lava-Jato, descobriu esta e outras ações, tratadas como criminosas, que cercaram a vida de negócios da construtora.

Walter Torre e a WTorre foram indiciados.

Ontem (12), o Ministério Público Federal apresentou denuncia contra Walter Torre Jr por fraude e crime contra o sistema financeiro.

Outras nove pessoas, facilitadoras do golpe, também foram denunciadas, entre as quais o ex-presidente da FUNCEF, Carlos Caser.

Em nota, o MPF afirmou:

“Os pagamentos foram feitos por meio do Fundo de Investimentos em Participações RG Estaleiros que, conforme revelaram as investigações, já foi criado com esse propósito. Ao todo, foram 12 aportes efetivados entre 2010 e 2012 que, na avaliação do MPF, acarretaram prejuízos ao fundo de pensão ao mesmo tempo em que asseguraram ganhos indevidos aos sócios das empresas WTorre e Ecovix, envolvidas na negociação.”

A denúncia é um desdobramento da Greenfield.

Foram arrolados, além de Caser, os ex-dirigentes Demósthenes Marques, Luiz Philippe Peres Torelly, José Carlos Alonso Gonçalves e José Lino Fontana. Também é citado Vitor Hugo do Santos Pinto, então gerente nacional dos fundos de habitação da Caixa Econômica Federal.

O MPF indica que a negociata beneficiou Walter Torre  Júnior, dono da WTorre, além de Gerson Almada, Cristiano Kok e José Antunes Sobrinho, todos da Engevix.”

Trecho da denúncia, afirma:

“O escolhido (WTORRE), segundo revelaram as investigações, foi o que avaliou os estaleiros em R$ 448,5 milhões, valor que para os investigadores foi superestimado. Além disso, em agosto de 2010, uma nova configuração de negócio foi apresentada à diretoria, elevando o valor do investimento para R$ 564,4 milhões. O resultado é que a Funcef acabou desembolsando ainda mais pelas cotas. Apenas com essa manobra, o aporte subiu de R$ 102,5 milhões para R$ 141,1 milhões.”

Recentemente, a WTORRE perdeu embate na arbitragem para o Palmeiras, obrigando-se a ceder a maior parte das cadeiras do estádio ao clube, mas também a refazer as obras de diversos setores do estádio, entregues em desconformidade com o acordado, fora do padrão FIFA.

Enquanto Paulo Nobre era presidente do Verdão, a construtora estava sendo pressionada a cumprir as obrigações, porém, estranhamente, após Maurício Galiotte assumir o clube, a empresa nunca mais foi cobrada.

Levando-se em consideração, como se observa nos termos de indiciamento de Walter Torre, que o empresário parecia ser generoso com seus colaboradores, há razões para desconfianças, desde o período de assinatura de contrato (comprovadamente, pela arbitragem, lesivo ao clube); no subsequente, em que funcionários do Palmeiras foram contratados para cargos importantes da empresa, e agora, com a facilitação evidente da diretoria a novo descumprimento de contrato.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: