Advertisements

Paulo Nobre ganha ação contra jornalista que xingou diretoria do Palmeiras, treinador e viralizou no wathsapp

Em 27 de março de 2016, o jornalista Felippe Facincani, à época na rádio Bandeirantes, detonou o ex-presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, o diretor de futebol, e o treinador Cuca, após derrota do clube para o água Santa, pelo Paulistinha.

O problema é que as palavras utilizadas forma de baixo calão.

Em tempos de mídias sociais, o desabafo, em áudio, viralizou e os atingidos pelos comentários trataram de processá-lo criminalmente.

Ontem, o jornalista Anderson Cheni, em seu blog, revelou que a juíza Danielle Galhano da Silva, do Fórum de Pinheiros, condenou Facincani a pagar R$ 10 mil aos reclamantes, em acordo firmado em 20 parcelas de R$ 500.

https://cheninocampo.blogspot.com.br/2017/07/paulo-nobre-ganha-acao-contra.html

Cinco delas já foram quitadas e transferidas, por direcionamento dos dirigentes, ao IBS (Instituto Brasil Solidário).

Facincani teve também que retratar-se.

Ouça abaixo o áudio do jornalista, motivador da ação criminal:

Termo de Audiência com texto da retratação:

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: