Advertisements

Emails indiciam ação da Odebrecht para fraudar liberação de CIDs para o estádio de Itaquera

Revelamos, ontem, que Corinthians e Odebrecht, em conluio, deram como concluídas as inacabadas obras do estádio de Itaquera, fraudando Boletins de Avanço, objetivando a liberação de R$ 420 milhões de CIDs da Prefeitura de São Paulo, que, por Lei, somente poderia fazê-lo após a conclusão dos trabalhos na Arena.

R$ 420 milhões: CIDs da Prefeitura podem ter sido concedidos irregularmente ao Corinthians

Em 2016, o Blog do Juca publicou documento do TCM (Tribunal de Contas do Município) exigindo o diário de obras do estádio, o que resultou numa troca de emails da construtora, com a participação de Antonio Roberto Gavioli, executivo pagador de propinas ao ex-presidente do Corinthians, Andres Sanches e ao atual vice, André Negão (segundo delação do próprio), que, no contexto retratado, comprovaria o dolo na execução do “Golpe de Estádio”.

Confira:

Por JUCA KFOURI

Em dezembro de 2013 o Tribunal de Contas do Munício de São Paulo (TCMSP) solicitou ao chefe da obra da Arena Corinthians, Antonio Roberto Gavioli, o diário de obras do estádio para fins de auditagem.

Como se sabe o Corinthians pleiteava o chamado CID, Certificado de Incentivo ao Desenvolvimento, para financiar parte considerável da arena (R$ 420 milhões). Gavioli solicita, então, a quem de direito, a direção da Odebrecht, que o socorra, como você pode ver abaixo:

SIURB é a sigla da Secretaria Municipal de Infra-Estrutura Urbana e Obras da Prefeitura Municipal de São Paulo (PMSP). Na resposta a Gavioli , a advogada da empreiteira, sem meias palavras, diz que é preciso “avaliar se há alguma informação no diário de obras que entendemos ser inconveniente apresentar para a PMSP ou TCM”

Eis porque até hoje não se deu a entrega do diário completo da obra. Porque há “inconvenientes”

Nota do blog: entre os “inconvenientes”, citado em pela própria Odebrecht e apontado em matéria do Juca, estão, também, os relatórios de avanço, avalizados por todos os ex-presidentes do Corinthians, que, se flagrados em fraude, podem ocasionar a perda de R$ 420 milhões (CIDs), além da cobrança de R$ 55 milhões em ISS.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: