Advertisements

BRL TRUST segue na gestão do Arena Fundo e diz que Corinthians deve “apenas” R$ 359 milhões à Odebrecht

Meses atrás, foi noticiado, por conta de carta renúncia enviada em reunião de cotistas, que a BRL TRUST, empresa estreitamente ligada à Odebrecht, não mais seria gestora do Arena Fundo, responsável pelas finanças do estádio de Itaquera, utilizado pelo Corinthians.

A saída não durou um mês, quando, em nova reunião, decidiu-se que a empresa permaneceria cuidando do fundo “até que outra gestora fosse designada”.

Tudo indica, ainda não encontraram.

Ainda sob responsabilidade da BRL TRUST, o Arena Fundo protocolou, ontem (12), na CVM (Comissão de Valores Mobiliários), o Informe Mensal com extrato financeiro referente ao período de maio de 2017, dando conta de que a dívida (segundo acordo, a ser paga pelo Corinthians) com a Odebrecht diminuiu:

R$ 359.009.719,07.

A outra pendência do clube, devidamente esclarecida, com o negócio do estádio é o empréstimo do BNDES, com valor bruto de R$ 400 milhões, sem contar juros e correções.

Todo o restante, deverá ser discutido.

Auditoria alvinegra, que deverá ser apresentada por uma Comissão de Conselheiros na próxima reunião do Conselho Deliberativo, dá conta de R$ 250 milhões em obras não entregues pela Odebrecht, que seriam abatidas no valor final ou executadas (menos provável), conforme previsto em contrato.

Por conta, também de atraso da construtora na entrega da documentação para empréstimo do BNDES, o Corinthians assumiu empréstimos pontes que perfazem quase a quantia de R$ 300 milhões.

Tudo indica, haverá também a indicação para que o clube brigue para não pagar essa quantia, que, diante do relatório apresentado pelo Fundo à CVM, em vez de devedor, deixaria o Corinthians como credor da Odebrecht, restando apenas quitar a pendência com o BNDES.

Este é o caminho a seguir.

Resta saber se haverá meios de sê-lo feito nessa gestão, que, segundo vem sendo revelado pela Operação Lava-Jato, da Polícia Federal, tinha boa parte de seu grupo trabalhando pelos interesses da construtora, alguns deles até recebendo propina para fazê-lo.

Clique no link a seguir para ter acesso à íntegra do Informe Mensal protocolado pelo Arena Fundo na CVM

Informe Mensal – Arena Fundo – maio de 2017

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: