Advertisements

O São Paulo não merece cair em mãos deploráveis

“Eu reconheci que o Pimenta pediu dinheiro. Foi feita a gravação, e lá em Campinas, se constatou que era autêntica a voz, era dele mesmo. Houve montagem na fita, mas o que ficou ali era verídico. A edição não exclui o fato dele ter pedido dinheiro. Por isso reconheci isso na sentença”

“O que o Todé falou era verdadeiro. Eu reconheci a veracidade do que foi dito contra o Pimenta. Ele dizia que o Pimenta teria pedido dinheiro. E não havia dúvida disso, então absolvi o Todé”.

“Julguei em cima do laudo, minha sentença tinha fundamentos sólidos, Se ele foi absolvido internamente é puro corporativismo, coisa do clube (São Paulo)”

(Juíz de Direito LUIS FLÁVIO GOMES, que julgou EDUARDO MESQUITA PIMENTA, candidato a presidente do São Paulo, em entrevista ao UOL)

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: