Lula ajudou na contratação de Roberto Carlos para o Corinthians

lula-e-roberto-carlos

Em quatro de janeiro de 2010, com direito a grande festa, o lateral Roberto Carlos apresentou-se ao Corinthians, local onde permaneceu até o final do ano seguinte.

Sua contratação teve a ajuda do ex-presidente Lula.

À época, na metade de 2009, o petista, apesar de já envolvido no Mensalão, ainda afamado, estava a caminho de um compromisso na China, quando parou em Istambul (Turquia), local em que foi recebido pelo Primeiro Ministro.

Ao ser informado da presença de Lula no país, Roberto Carlos, que jogava no Fenerbahce, ligou para o gabinete do mandatário Turco (de quem era próximo) solicitando estar presente no evento.

Em meio ao jantar, testemunhado por diversas autoridades, o petista virou-se para o atleta e disse:

“Eu quero que o Corinthians seja campeão da Libertadores no meu mandato. Quero você no Corinthians.”.

Em sequencia, Lula reforçou o lobby, diretamente ao Primeiro Ministro:

“Diga ao presidente do Fenerbahce, sei que ele é seu amigo, para não renovar com o Roberto (a renovação estava em andamento). Fala que é um favor pessoal. Quero ele no Corinthians”.

Difícil saber ao certo os pormenores das negociações, mas, três meses depois, Roberto Carlos anunciou que seu vínculo não seria renovado, enquanto o Corinthians dizia ter acerto “verbal” com o jogador.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.