Anúncios

Mentiras em rede

troll

EDITORIAL DA FOLHA

Notícias falsas sempre circularam. Sobretudo nos estratos menos expostos ao jornalismo e a outras formas de conhecimento verificável, boatos encontram terreno para se propagar.

Basta recordar a persistente crença sobre a falsidade das viagens tripuladas à Lua, cujas imagens teriam sido forjadas pela Nasa. No âmbito nacional, murmurou-se durante anos que o presidente Tancredo Neves fora vítima de um atentado que se dissimulara como doença.

A novidade é que as redes sociais da internet se mostram o veículo ideal para a difusão de notícias falsas. Não apenas estapafúrdias, como seria de esperar, mas às vezes inventadas de modo a favorecer interesses e prejudicar adversários.

A circulação instantânea, própria desse meio, propicia a formação de ondas de credulidade. Estimuladas pelos algoritmos das empresas que integram o oligopólio da internet, essas ondas conferem escala e ritmo inéditos à tradicional circulação de boatos.

Dado que as pessoas, nas redes sociais, tendem a se agregar por afinidade de crenças, não é difícil que os rumores se disseminem sem ser confrontados por crítica ou contraponto.

O melhor antídoto para os males da liberdade de expressão é a própria liberdade de expressão, que tende a encontrar formas de se autocorrigir. E o melhor antídoto contra as falsidades apresentadas como jornalismo é a prática do bom jornalismo, comprometido com a veracidade dos fatos que relata e com a pluralidade de pontos de vista no que concerne às questões controversas.

Numa reportagem que serve como exemplo de jornalismo bem realizado, o repórter Fabio Victor comprovou, no caderno “Ilustríssima” (19/2), que existem no Brasil sites dedicados à exploração comercial de notícias falsas ou distorcidas.

Embora haja remédios legais para reparar os excessos, a maioria dos casos passará despercebida no ruído incessante da internet. E parece improvável que as providências anunciadas às pressas pelo Facebook sejam mais que jogo de cena.

O fenômeno se associa de modo preocupante à política populista de direita que volta a empolgar multidões. Exemplo máximo dessa maré, o presidente norte-americano, Donald Trump, move campanha obstinada contra os veículos dedicados ao jornalismo profissional.

Bastaria isto para ressaltar a que tipo de interesses convém a confusão entre notícia e falsidade. No Brasil, de Jânio Quadros a Fernando Collor e Lula, guerras contra a imprensa são antigo costume dos governantes que não querem prestar contas de seus atos.

Anúncios

8 Respostas to “Mentiras em rede”

  1. Elio Floriano Says:

    E quando grandes empresas de comunicação e seus “jornalistas” se tornam militantes políticos, será que conseguem manter a isenção e desenvolver JORNALISMO PROFISSIONAL, mostrando sempre a verdade?

    Seria ótimo a Folha abordar este assunto e fazer uma autocrítica de sua própria atuação e de seus “jornalistas” não tão isentos.

    Nos EUA a CNN e o NYT foram ferrenhos militantes políticos de Obama e Hillary e sempre massacraram o Trump. Agora querem que o Trump não reaja, que continue aceitando esse tipo de jornalismo militante do Partido Democrata?

    A grande mídia tenta esconder que hoje, no mundo todo, grandes veículos de comunicação e seus jornalistas se tornaram militantes políticos de esquerda ou de direita, e isso impede que sejam isentos e produzam somente “notícias verdadeiras”.

    Será que a Folha e seus jornalistas são militantes de esquerda ou de direita?

    Pelas “reportagens políticas” que produzem fica fácil saber a resposta…

  2. Luiz Carlos Luchetta Says:

    Por Gabriel Vince:

    Jesus: “Digo-vos que assim haverá maior alegria no céu por um pecador que se arrepende, do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento”

    Folha da Galileia: “Jesus disse que o céu se alegra mais com o pecador do que com justos”

    ——
    A fake de São Paulo acabou. Esse troço não tem a menor credibilidade.

  3. Manoel (@MarketeiroBR) Says:

    Até bruxas estão sendo convocadas para minar Trump. A Hillary é pedófila e a mídia americana esconde. E agora o idiota é o Trump?

  4. Humberto Laudari Says:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk a GRANDE MERDIA escodeu os 60 mil emails do podesta, clinton, os videos que provam toda a corrupção dos clinton,as perguntas que a cnn passou pra hillary, e querem atacar a internet por fake news, o que vemos hoje, é o jornalismo brasileiro reproduzindo as mentiras da GRANDE MERDIA americana , tim-tim por tim-tim. Ate analise das caracteristicas de um peixe comparadas as de trump foi feita. Me admira vc Paulinho, dar voz as mentiras da grande midia, qdo NINGUEM te ajudou qdo vc foi censurado, ninguem replica suas informações, pois preferem a FAKE NEWS, o que vemos no mundo é a VERY FAKE NEWS

  5. Luiz Carlos Luchetta Says:

    http://reaconaria.org/blog/reacablog/fake-news-para-apoiar-maduro-folha-noticia-factoide-contra-capriles/

  6. Rafael Porcari Says:

    Republicou isso em DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADESe comentado:
    Sempre compactue com a idéia de que a inclusão digital teria efeitos indesejáveis, embora seja necessária.
    Sendo assim, compartilho:

  7. luizdireg Says:

    O pasquim folha de S. Paulo está sem credibilidade para falar de notícias falsas.
    Sua trupe de colunistas (deve ter uns 500 mil…kkkk), é repleta de pseudo jornalistas que insistem em ocultar notícias do extinto governo corrupto petista e de seus membros criminsos, sejam os que estão presos e aqueles em processo.
    A colunista crachá Mônica Bérgamo (o PT lhe consedeu crachá para acesso livre nos eventos de governo petista), Jânio de Freitas, Luis Nassif, Elio Gaspari, Juca Kfouri, André Singer, Gregorio Duvivier, GUILHERME BOULUS, Mario Sergio Conti, Vanessa Grazziotin…ETC…

  8. gerapavan Says:

    folha comunista ou nao?

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: