Chapecoense começa mal a reconstrução do futebol

Rui Costa, diretor-executivo do Grêmio (Foto: Diego Guichard)

Ao contratar o advogado Rui Costa para gerir seu departamento de futebol, a Chapecoense inicia muito mal seu projeto de reconstrução da equipe após a tragédia que vitimou seus principais profissionais.

Costa é oriundo de trabalhos mal-afamados no Grêmio, que geraram diversas suspeitas (entre as quais a de atuação em conjunto com empresários de atletas) e nenhuma conquista relevante.

Não é de se estranhar, portanto, que com Rui Costa o treinador contratado tenha sido Vagner Mancini.

Outro com trabalhos de mediano para medíocres, mas adepto da política de gestão do dirigente.

Digamos que um trabalho de remontagem de elenco, em que, seguramente, mais de 20 contratações terão que ser realizadas, é quase um Oasis para os que possuem objetivos nem sempre ligados ao futebol.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.